Prefeitura prevê redução no orçamento de Parelheiros e Capela do Socorro para 2020

0
189

As Subprefeituras de Parelheiros e Capela do Socorro devem sofrer cortes de 14% e 30%, respectivamente, nos seus orçamentos do próximo ano. No dia 23 de novembro, haverá uma audiência pública entre moradores e Prefeitura, para discutir a Proposta de Lei Orçamentária Anual para 2020


Cerca de R$ 1,7 milhão serão investidos em buracos na região de Parelheiros e Marsilac no próximo ano. Essa é a previsão da Prefeitura, segundo a Proposta de Lei Orçamentária Anual para 2020 (PL 647/2019).

Além de tapar buracos, os espaços públicos dessas regiões devem receber R$ 8,8 milhões em ações de requalificação e a área de sustentabilidade ambiental, R$ 3,4 milhões.

No total, a Subprefeitura de Parelheiros deve receber R$ 26, 8 milhões, valor 14% menor do que recebeu para as despesas e investimentos em 2019, que foi de R$ 31,1 milhões.

A Subprefeitura vizinha mais próxima, a Capela do Socorro, porém, vai receber mais dinheiro para as despesas de 2020: cerca de R$ 35,9 milhões para atender os distritos de Cidade Dutra, Grajaú e Socorro. A diferença de orçamento entre as duas Subprefeituras, no entanto, também significa redução de 30% no orçamento da Capela do Socorro, se comparado ao ano passado.

A Subprefeitura da Capela do Socorro também deve receber R$ 6,5 milhões para manutenção e operação de áreas verdes e vegetação arbórea; R$ 5,5 milhões para manutenção de sistemas de drenagem; R$ 3,3 milhões para manutenção e operação no serviço de guias e sarjetas e R$4,1 milhões para a Operação Tapa-Buraco.

Segundo a Prefeitura, “uma das grandes prioridades da atual gestão na revisão efetuada do Programa de Metas é a área de Zeladoria Urbana. O valor definido na peça orçamentária para 2020 aloca R$ 3 bilhões, praticamente o dobro do valor disponível em 2019, com destaques relevantes para pavimentação e recapeamento de vias (R$ 1,2 bilhão), reforma e acessibilidade em passeios públicos (R$ 628 milhões), manutenção de vias e áreas públicas, incluindo tapa-buraco (R$ 713 milhões), manutenção e operação de áreas verdes e vegetação arbórea (R$ 213 milhões) e manutenção de sistemas de drenagem (R$ 322 milhões)”.

No dia 23 de novembro, a Prefeitura promove uma audiência pública para discutir o orçamento de 2020 com os moradores de Cidade Dutra, Grajaú, Socorro e Parelheiros e Marsilac, que fazem parte das duas Subprefeituras que tiveram redução em seus orçamentos. O encontro acontece no CEU Vila Rubi, às 10h.


FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.