Prefeitura lança programa de escritura gratuita de imóveis para moradores da COHAB-SP

0
419

Cerca de 47 mil famílias, que já quitaram suas moradias e ainda não têm o registro das propriedades, poderão ser atendidas


Com o objetivo de registrar as matrículas após a quitação das unidades habitacionais e entregar as escrituras aos proprietários de forma gratuita a Prefeitura, por meio da Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo (COHAB-SP), lançou o programa Escritura COHAB no último sábado (29).

Esta iniciativa, que deve beneficiar cerca de 47 mil famílias, tornará todo o processo mais acessível e simplificado, pois a COHAB-SP se responsabilizará pelo registro da matrícula do imóvel. Antes o custo para o registro da escritura era de responsabilidade do próprio mutuário, o que, na maioria das vezes, inviabilizava o processo. Desconhecimento ou o valor cobrado pelos cartórios eram os motivos mais comuns.

Retirada dos documentos
O processo começou em junho, quando a Cohab iniciou os serviços em alguns conjuntos habitacionais. As equipes comerciais da instituição visitam os empreendimentos, onde realizam a coleta e análise prévia dos documentos, que são encaminhados para os cartórios. Após a aprovação desse trâmite o mutuário é convocado para retirar o documento.

Ao receber o registro definitivo o munícipe tem o reconhecimento legal de sua e, a partir daí, tem a possibilidade de utilizar o imóvel para diversos fins, como venda e herança.

Com esta ação a previsão é que, até o fim de 2024, 47 mil famílias tenham a escritura de seus imóveis. O programa Escritura COHAB atenderá 117 empreendimentos habitacionais: 23 na Zona Norte; 19 na região Sul; 68 na Zona Leste e sete na Oeste.

COHAB Negocia
A Prefeitura de São Paulo também lançou a versão 2023 do COHAB Negocia, programa que teve início em 2017 e já beneficou mais de 9 mil famílias. Por meio dela os mutuários têm a oportunidade de colocar em dia as parcelas pendentes de suas unidades, pois são oferecidas condições especiais para retornarem ao financiamento de seu imóvel. Os descontos podem chegar até a 70% do valor total da dívida.

O mutuário que tiver parcelas atrasadas pode agendar, até 31 de agosto, um atendimento com a COHAB-SP para realizar a renegociação do financiamento. O serviço está disponível na Central de Atendimento (Avenida São João, 299, Centro) e no Descomplica Tiradentes (Estrada Iguatemi, 7.001, Jardim Pedra Branca, Cidade Tiradentes). Basta levar um documento pessoal e o número do contrato.
Mutirão

Também será promovido no CEU Água Azul (Av. dos Metalúrgicos, 1.262), na Zona Leste, um grande mutirão de renegociação em 19 de agosto. Os mutuários que possuem três ou mais parcelas em atraso receberão a convocação para comparecer ao local, onde mediadores da COHAB-SP realizarão as conciliações. Durante a conversa o mutuário poderá optar pela oferta que melhor se adapta ao seu orçamento. E um novo contrato seguirá para a validação legal, caso a negociação seja bem-sucedida.

Trata-se da melhor forma para que as pessoas com as mensalidades em atraso não percam seus imóveis financiados e a companhia volte a receber as prestações dos contratos. A renegociação desjudicializa o processo, economizando tempo e dinheiro para ambas as partes.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.