Prefeitura inicia projeto de R$ 400 milhões para renovação das calçadas na capital

0
387

Algumas ruas da região Sul foram prioridade no projeto por serem rota acessível para vários hospitais da Zona Sul e pelo fluxo de pedestres

 

Ruas da região Sul foram prioridade para um projeto de renovação das calçadas na capital, conforme anunciado pela Prefeitura, que prevê investimento de R$ 400 milhões na recuperação de 1,5 milhão de metros quadrados de passeios públicos.
As ruas Pedro de Toledo, Loefgreen, Borges Lagoa e Diogo Faria estão recebendo manutenção, através da Secretaria Municipal das Subprefeituras, por serem rota acessível para vários hospitais da Zona Sul e pelo fluxo de pedestres. No total, uma área de cerca de 53 mil m² de calçadas serão renovadas.
A intenção da Prefeitura, com este projeto de renovação das vias públicas na cidade, é ter “calçadas com superfícies regulares, piso antiderrapante e sem obstáculos”, no biênio 2019-2020.
Segundo a Prefeitura, “em toda a cidade há 34 mil quilômetros de calçadas e 17% são de responsabilidade da Prefeitura. Entre eles, destacam-se os entornos de equipamentos públicos como órgãos de Saúde, Educação, Assistência Social e Cultura. Os demais 83%, pertencentes a residências e pontos comerciais, são particulares. O investimento será executado até o fim do próximo ano, por meio do Plano Emergencial de Calçadas, e está previsto no Programa de Metas da Prefeitura. O projeto determina a construção ou reforma de calçadas que não atendam às normas previstas pela legislação municipal”.
Cada subprefeitura da cidade de São Paulo terá, em média, três pontos de obras, com instalação de rampas e piso tátil. As áreas contempladas são: parques, praças, lugares com grande circulação de pedestres e locais que já receberam reclamação de moradores, através do telefone 156. De acordo com a Prefeitura, a “manutenção será nas faixas de responsabilidade pública e privadas, sem custos para o cidadão”.
- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.