13.2 C
São Paulo
segunda-feira, 27 junho, 2022
Mais

    Inaugurado o Telecentro da Casa da Mulher Paulistana

    Mais lidas

    Segundo o prefeito Ricardo Nunes, presente na inauguração, a instalação do Telecentro é o primeiro convênio com a entidade Casa da Mulher Paulistana, de muitos que virão


    A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia, inaugurou na última terça-feira (8), Dia Internacional da Mulher, unidade de telecentro dedicada ao público feminino. O prefeito Ricardo Nunes destacou que o tema provoca reflexões como as ações da Prefeitura no apoio ao público feminino. “A gente combate todas as violências contra as mulheres, mas o melhor trabalho é realizar ações de valorização da mulher, dando oportunidades em diversas áreas para que tenham uma vida digna com qualidade”, disse o prefeito.

    Segundo o prefeito, a instalação do Telecentro é o primeiro convênio com a entidade Casa da Mulher Paulistana, de muitos que virão. “Vamos ampliar as ações nessa região, pois a Casa já mostrou ter condições e competência para atuar em parceria com a Prefeitura. Precisamos de parceiros que são compromissados e competentes em prestar um serviço de qualidade à população mais carentes nas periferias da cidade”, explicou Ricardo Nunes.

    O Vereador Marcelo Messias, comemorou mais essa conquista para região. “Devemos muito ao Prefeito Ricardo Nunes, que além de ser morador da região, é uma pessoa de visão de futuro. Sinto orgulho em poder estar nesse time, jogando junto e fazendo parte dessa história”, finaliza.

    Telecentro

    O Telecentro Casa Mulher Paulistana está localizado no Jardim São Bernardo, no distrito do Grajaú, na Zona Sul da cidade, e oferece computadores para uso livre e cursos que vão desde informática básica, oficinas para uso de smartphones, oficinas para elaboração de currículo e demais ferramentas utilizadas no mercado de trabalho.

    Para o secretário municipal de Inovação e Tecnologia, Juan Quirós, o novo espaço é uma conquista importante. “O Telecentro Espaço da Mulher Paulistana, que estamos inaugurando, permite que mais mulheres possam se preparar para o mercado de trabalho. Para novas oportunidades na geração de renda. É uma ferramenta para melhorar a vida da família”. Para ele, a tecnologia importa quando transforma a vida das pessoas. E a construção de uma cidade inteligente passa pela inclusão digital de todos os cidadãos, principalmente daqueles que mais precisam”, disse Quirós.

    A presidente da Casa da Mulher Paulistana, Lucia Brugnera enfatizou a importância dos cursos de informática para as mulheres. “Sabemos o quanto é importante a informática para as mulheres. Na pandemia se viu muito isso, acompanhando os filhos nas aulas on-line, ou até mesmo para divulgar um produto próprio. Há vários motivos para a mulher fazer os cursos desde a capacitação e até mesmo fugir da violência doméstica”, destacou Lucia.

    Uma das que estão aproveitando os cursos da Casa Mulher Paulista, é Auxiliadora Rodrigues de Souza, 46 anos. Ela é uma das alunas que receberam seu certificado durante a cerimônia do projeto ‘Autoestima que empodera’. “Esse certificado é de costura, mas já fiz de peruca e de Instagram. Agora com o Telecentro, me inscrevi para fazer novo curso”, disse Auxiliadora

    Programa

    Coordenado pela Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia, o programa Telecentro conta com 127 unidades espalhadas pela cidade de São Paulo. Mais de 250 mil pessoas já foram capacitadas em ferramentas virtuais e letramento digital. As unidades oferecem capacitações em redes sociais e aplicativos de comunicação, programas de edição de texto, currículo, imagem, prevenção a fake news, entre outros.

    “Autoestima que empodera’
    Após a inauguração do Telecentro, foram entregues certificados para aquelas que participaram de cursos promovidos pela Casa da Mulher Paulista, entidade que dá apoio para as vítimas de violência. A secretária municipal de Direitos Humanos e Cidadania, Cláudia Carleto, que participou do evento, destacou os equipamentos municipais de apoio às mulheres vítimas da violência. “Temos a rede de unidades mais robusta do país, com mais de 30 equipamentos. Mesmo com a pandemia não fecharam, pois entendemos que, para enfrentar a violência doméstica, o trabalho deve ser constante 24 horas por dia”. Explicou.

    Em seu discurso, a secretária municipal de Segurança Urbana, Elza Paulino, citou a união de todos para o fortalecimento no combate á violência. “Temos que renovar e fortalecer nossos laços em defesa da mulher. Faço parte da administração que é preocupada pequenas causas”. Já a primeira-dama da cidade, Regina Nunes, enfatizou a importância da Casa da Mulher. “Esse projeto está crescendo na luta contra a violência doméstica e, junto com a Prefeitura, vai crescer muito e oferecer mais cursos de qualificação para a geração de renda e emprego para as mulheres desta região”.

    Secretária adjunta da cultura, Andréa Souza; vice presidente da casa, Rosely Ugolini; Prefeito Ricardo Nunes; presidente da casa, Lúcia Brugnera; diretora da casa, Lucinete Batista. Foto: A3 Agência de Imagens e Notícias/Adilson Araújo
    Após a inauguração do Telecentro, foram entregues certificados para aquelas que participaram de cursos promovidos pela Casa da Mulher Paulista

    SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

    Leia mais

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    - Patrocinado -

    Últimas