Prefeitura está com inscrições abertas para projetos culturais online, durante a pandemia

0
124

Como as Bibliotecas, Casas de Cultura e outros espaços culturais estão fechados para evitar aglomerações, artistas podem participar de intervenções online e ao vivo que serão compartilhadas nas redes sociais


A principal recomendação das autoridades de saúde para frear o contágio do coronavírus é manter o distanciamento social para evitar aglomerações. Assim, um dos setores mais afetados, por causa dos cancelamentos dos eventos e festas, foi a área cultural.

No Estado de São Paulo não há previsão para retornar as atividades culturais em teatros e casas de espetáculo. No plano apresentado pelo Governo para o retorno das atividades comerciais, os teatros/cinemas e eventos que geram aglomeração estão previstos para acontecer na última fase, ainda sem data.

O jeito, então, é usar e abusar da internet para levar cultura e diversão para as pessoas. A Secretaria de Cultura da Prefeitura de São Paulo está com inscrições abertas para projetos com apresentações artísticas online e ao vivo.

Os projetos “E-vivências – Memórias, Experiências e Teorias”, “Conexão Casas de Cultura” e “Bibliotecas Online” têm o objetivo de valorizar e apoiar a classe artística, especialmente de baixa renda, periférica e residentes em bairros com alto índice de vulnerabilidade do Município de São Paulo, segundo a Prefeitura.

Em busca de apresentações artísticas, vivências, Intervenções artísticas e livro, de leitura e literatura, os editais informam que “podem ser inscritos projetos de atividades práticas, lúdicas e de fruição cultural, que instiguem a experimentação, a reflexão, a iniciação de prática artística, a formação de grupos e a socialização, e que também proporcionem o conhecimento e o desenvolvimento dos variados modos de produção, a atualização e o enriquecimento da experiência de vida e a formação”, informa a Prefeitura.

Todas as atividades vão acontecer nas residências dos próprios artistas e serão compartilhadas nas redes sociais da Secretaria Municipal de Cultura. Os artistas inscritos devem ficar atentos ao tempo das atividades: de 15 a 60 minutos para apresentações e intervenções artísticas; e de 60 a 90 minutos, as atividades de Vivência e Livro, Leitura e Literatura.

As regras de distanciamento social também valem para as atividades, portanto: “cada proposta pode contar com 2 ou mais profissionais residentes no mesmo local, desde que apenas 2 apareceram no vídeo, não incitando a possibilidade de aglomeração. Ainda, serão aceitas propostas com mais de 2 profissionais, quando cada profissional esteja em sua residência, interagindo via plataformas de internet e respeitando o isolamento social”, informa o edital.

AUXÍLIO EMERGENCIAL PARA PROFISSIONAIS DA CULTURA

Como não há previsão para a volta das atividades culturais, muitos profissionais estão em situação financeira crítica. O Projeto de Lei ‘Aldir Blanc’, foi criado para buscar apoio financeiro do Governo Federal para a área da cultura.

Dos R$ 3 bilhões da Lei Aldir Blanc, 20% será destinado para a manutenção de espaços culturais. Quem trabalha na área da cultura terá direito a um auxílio emergencial de R$ 600, por três meses. Só pode receber este auxílio, os profissionais que não estão recebendo outra ajuda do Governo Federal e que comprovem atuação nas áreas artística e cultural, nos últimos dois anos.

O projeto já foi aprovado pela Câmara dos Deputados e agora depende da aprovação do Senado Federal e da sanção do presidente Jair Bolsonaro.


FALE COM A REDAÇÃO: [email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.