Prefeitura concederá parques e fará PPP para revitalizar orla da represa de Guarapiranga e incentivar o turismo

0
147

A qualidade dos serviços prestados pelo parceiro privado será avaliada por uma entidade independente e pesquisa de opinião


A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria de Governo, lançou duas propostas para requalificar a orla da Represa Guarapiranga e incentivar o turismo ecológico e náutico na Zona Sul da cidade, onde estão localizados os dois principais reservatórios de água da cidade e mananciais. A gestão municipal vai conceder 7 parques na orla da Guarapiranga e fazer uma PPP (Parceria Público-Privada) que prevê a exploração do Santa Paula Iate Clube em troca da reforma e reativação do complexo náutico abandonado pelo menos desde o início da década de 80.

Os responsáveis pela gestão dos parques da Guarapiranga terão, também, de desenvolver novos serviços, que incluem programação cultural voltada à promoção e uso público dos parques, criação de estruturas turísticas. Estão previstas a instalação de apoio aos visitantes e a implantação de um novo parque na área para preservar a Mata Atlântica remanescente e, assim, evitar invasões e outras irregularidades.

A outra iniciativa em curso é o projeto de Parceria Público Privada (PPP) para reforma, restauro, conservação e manutenção do complexo Santa Paula Iate Clube. Esse equipamento é composto pelo edifício sede e a garagem de barcos na área da represa, que são conectados por uma passagem subterrânea na Avenida Atlântica. Para a execução desse projeto está prevista a desapropriação da área, cuja propriedade é privada, e as responsabilidades serão compartilhadas entre o poder púbico e o futuro concessionário.

Estão previstas a implantação do CTEC Guarapiranga (Complexo Turístico, Educacional e Cultural da Guarapiranga) na área e edificações do antigo clube, que serão requalificadas.
Os projetos de requalificação e ativação da orla da represa Guarapiranga estão em consonância com outras iniciativas, inclusive no âmbito estadual, com foco na recuperação ambiental e turística dessa região, com vistas a retomar a vocação de “praia paulistana”, algo que foi até a década de 70.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.