Prefeitura aprova concessão do Ibirapuera à iniciativa privada por R$ 70,5 milhões

0
425

Durante 35 anos, empresa privada será responsável pela gestão, operação e manutenção do Ibirapuera e outros parques de São Paulo

 

Com uma proposta financeira de R$ 70,5 milhões pelo período de 35 anos, a empresa Construcap CCPS Engenharia e Comércio, recebeu aprovação da Prefeitura, após vencer o processo de licitação da concessão do Parque Ibirapuera. A proposta representa mais de 33 vezes o valor mínimo da outorga fixa, que era de R$ 2,1 milhões.
Além do Ibirapuera, a empresa também será responsável pela prestação dos serviços de gestão, operação e manutenção dos parques Jacintho Alberto, Eucaliptos, Tenente Brigadeiro Faria Lima, Lajeado e Jardim Felicidade, que ficam localizados na periferia da cidade. Os parques serão repassados à empresa após um período de transição.
“No caso do Ibirapuera, o concessionário acompanhará a operação do equipamento pela Secretaria do Verde e Meio Ambiente (SVMA) durante os seis primeiros meses da assinatura do contrato. Depois, a SVMA acompanha a operação do concessionário por mais dois meses”, informa a Prefeitura.
Cerca de R$ 167 milhões é o valor mínimo previsto para ser investido nos parques, que receberão melhorias nos equipamentos esportivos, em brinquedos, nas pistas de caminhada, na iluminação e no mobiliário.
Em março, após o Ministério Público de São Paulo (MPSP) tentar suspender a concessão alegando que “o interesse ambiental, representado pela atuação da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente e do Departamento de Parques e Áreas Verdes, tornou-se secundário em relação à política de privatizações”, foi estabelecido com a Prefeitura que a assinatura do contrato depende de um Plano Diretor para os Parques.
Segundo a Prefeitura, “os recursos provenientes desta concessão serão destinados ao Fundo Municipal de Desenvolvimento Social (FMD) para garantir que as receitas auferidas sejam revertidas em investimento para áreas prioritárias”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.