Polícia prende suspeitos de assalto a empresa de cofres no Brooklin

0
370

Quadrilha também é suspeita de explodir caixas eletrônicos no Hospital das Clínicas

 

No dia 21 de fevereiro, policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) prenderam cinco homens que tem envolvimento numa tentativa de assalto no Brooklin no dia 6 de janeiro.
A quadrilha, formada por 10 pessoas, tentou assaltar um prédio com cofres particulares na Av. Engenheiro Luís Carlos Berrini. Um comerciante da região chamou a Polícia e os bandidos fugiram em direção ao bairro de Perdizes, na Zona Oeste, sendo perseguidos pela Polícia por quase 10 km. Durante a fuga, houve troca de tiros e duas pessoas, que caminhavam entre as avenidas Francisco Matarazzo e Pompeia, ficaram feridas.
Além do assalto no Brooklin, os homens são suspeitos de explodirem caixas eletrônicos no Hospital das Clínicas em fevereiro do ano passado.
As prisões aconteceram em um hipermercado na Zona Norte e no Capão Redondo. Segundo o delegado Fábio Sandrim, os presos já tem registro por roubo e associação criminosa e “são especialistas em invasões onde funciona o serviço de guarda de valores”, disse.
Foram apreendidos, no Jardim Ângela, 543 porções de maconha, 385 porções de cocaína, uma balança de precisão, 1.000 invólucros, um colete balístico e 12 munições calibre .380.

 

Queda nos índices de roubo, aumento dos furtos
Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o mês de janeiro registrou uma queda de 4,8% nos roubos (em geral), passando de 11.534, em janeiro do ano passado, para 10.980 em janeiro deste ano. Os furtos, no entanto, tiveram alta de 11,6% com 15.373 ocorrências em 2018 e 17.150 ocorrências em 2019.
O aumento dos latrocínios (assalto a mão armada) e de vítimas em roubos seguidos de morte foi de 20%, em janeiro deste ano.
- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.