17.6 C
São Paulo
sábado, 28 maio, 2022
Mais

    Pastoral do Clube do Amor e da Alegria: 40 anos ajudando as mães carentes da Zona Sul

    Mais lidas

    O clube conta com 36 colaboradoras distribuindo, mensalmente, uma média de 30 enxovais para os recém-nascidos

                                                                                     

            Por Paulo Sergio Xavier Dias da Silva

     

     

    Constituída desde 08 de março de 1979, a Pastoral do Clube do Amor e da Alegria vem beneficiando as mães carentes da Zona Sul, com a doação de uma sacola repleta de vestimentas para bebês recém-nascidos.
    Idealizada pela Sra. Glória Abbud, as atividades iniciais foram desenvolvidas em sua residência, contando com apenas 8 colaboradoras. Com o sucesso alcançado e o elevado número de participantes, os trabalhos foram transferidos para as dependências da Igreja São João de Brito, localizada à rua Nebraska, 868 – no bairro do Brooklin.
    Surgia assim, a Pastoral do Clube do Amor e da Alegria da Paróquia São João de Brito, que atualmente é coordenada pelas senhoras Louise Heleni Villin de Campos e Rita Marjeffz de Lima Prado. A Igreja tem como Pároco, o Padre Vicente Gilson dos Santos e como Vigário, o Padre Carmo Sobreira Ferreira.
    As reuniões de trabalho são realizadas às quintas-feiras, entre 14h e 17h, além das tarefas individuais realizadas nas residências das colaboradoras ao longo da semana. Paralelamente ao atendimento das futuras mães, o Clube proporciona uma inclusão social do idoso, através do trabalho voluntário de senhoras que se reúnem e confeccionam peças em tricô, crochê, costura e montagem de sacolas.
    Os requisitos para a entrega dos enxovais são que as mães tenham residência na Zona Sul de São Paulo e apresentem comprovante de matrícula num Posto de Saúde. A solicitação deve ocorrer no sétimo mês de gravidez e a retirada das sacolas após o oitavo mês.
    O clube conta com 36 colaboradoras distribuindo, mensalmente, uma média de 30 enxovais. Cumpre ressaltar que, anteriormente, o grupo chegou a ter mais de 100 participantes.
    Além do trabalho voluntário, as colaboradoras podem participar com contribuição em dinheiro e doação de material para a confecção dos enxovais.
    A coordenadora Louise ressalta a importância de uma maior divulgação dos benefícios oferecidos pelo Clube e a colaboradora Ana Cristina Savoia propõe um engajamento mais amplo por parte das frequentadoras da Igreja e da comunidade da região, para que o atendimento possa ser estendido a um contingente mais abrangente de mães necessitadas.
    Vale a pena participar, venha fazer parte deste clube de muito amor e alegria.
    Parabéns a todas integrantes pelo excelente trabalho realizado.

     

     

     

     

     

    - Patrocinado -

    Leia mais

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    - Patrocinado -

    Últimas