Para reforçar a segurança, PMs atuam em sete estações da Linha 9-Esmeralda e outras linhas da CPTM

0
553

A presença dos PMs na CPTM é uma tentativa de diminuir as principais ocorrências nas plataformas: roubo e furto ao passageiro, roubo à estação, vandalismo, estupro e ato obsceno, agressão aos funcionários


Conforme a CPTM anunciou no fim de 2019, policiais militares já estão nas estações da Companhia para reforçar a segurança dos passageiros e funcionários. Cerca de 13 mil PMs vão se revezar para ocupar as 450 vagas de segurança nas sete estações da companhia, além das estações de baldeação: Brás, Luz, Presidente Altino, Osasco, Tatuapé e Engenheiro Goulart.

Na Linha que atende a Zona Sul, a 9-Esmeralda, sete estações terão a presença dos PMs: Santo Amaro, Socorro, Jurubatuba, Autódromo, Grajaú, Pinheiros e Hebraica-Rebouças. No total, PMs estarão em 47 das 94 estações da CPTM.

Segundo o Governo de São Paulo, serão gastos cerca de R$ 68 milhões com a presença dos policiais militares. Esse convênio com a CPTM vale por dois anos e garante que cada policial trabalhe até 10 dias por mês nas estações, das 7h às 23h. Soldados em início de carreira podem ganhar até 50% de acréscimo no salário com a atuação na CPTM.

“Essa parceria garantirá o acionamento imediato da Polícia Militar em qualquer tipo de crime nas estações. Assim, teremos soluções mais rápidas para ocorrências e inibição de novos crimes”, afirmou o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, em dezembro do ano passado.

Em 2018, foram registradas 919 ocorrências em trens, plataformas e estações da CPTM. Já em 2019, o número caiu para 801, cerca de 12% a menos. Os crimes mais comuns são: roubo e furto ao passageiro, roubo à estação, vandalismo, estupro e ato obsceno, agressão aos funcionários.

Os PMs farão ronda nas estações, atuando dentro dos trens e nas plataformas em ocorrências de crimes: furtos, roubos, assédio sexual, venda ilegal de Bilhete Único. O comércio irregular, contudo, continua sendo fiscalizado pela equipe de segurança da CPTM, que podem solicitar a presença dos PMs apenas em casos de confronto.


FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.