Para muitos o chocolate é a oitava maravilha do mundo, mas como surgiu o tão amado doce?

0
2545

Originário da América Central e México, civilizações antigas consideravam sementes de cacau um ‘presente dos deuses’


Você conhece alguém que não goste de chocolate? Esse néctar dos deuses já foi considerado ‘bebida sagrada’ por algumas civilizações e religiões, e é a história do chocolate que você vai descobrir agora!

O cacau é uma fruta tipicamente do clima tropical, sendo encontrada, principalmente, na América Latina, e era considerado sagrado por civilizações antigas do México e América Central. A tribo Olmeca, natural do México e Guatemala, descobriu, por volta de 1500 a.C., que as sementes de cacau poderiam ser amassadas e transformadas em bebidas chamadas de tchocolatl.

A princípio, os Olmecas, Maias e Astecas, civilizações antigas do México, tinham o hábito de beber chocolate, misturando pimenta, milho e especiarias para rituais religiosos.

Não demorou para que os primeiros colonizadores espanhóis em terras Latinas levassem o cacau e o ‘néctar’ para a Espanha. Por ser uma fruta tropical, não era possível cultivar na Europa, tendo de ser importado da América Latina e Central.

Ao chegar na Espanha, foi criado uma nova receita adicionando açúcar e mel para tirar o gosto natural amargo e como resultado, se tornou uma bebida muito popular entre a população nobre.

Curiosamente, a Igreja Católica consumia nos cultos e davam a bebida somente à mulheres, sacerdotes e nobres. O Rei Carlos V, da Espanha, decidiu então confiar os segredos da produção, até então exclusiva da Espanha, aos monges, onde construíram cozinhas para ‘experimentos de novas receitas’.

Posteriormente, a bebida foi dado aos estrangeiros que visitam a Espanha e logo tomou toda a Europa. Mas foi só com a Revolução Industrial que o chocolate começou a ter os primeiros sinais de como é feito hoje em dia.

Em 1828 o fabricante holandês Conrad Van Houtten descobriu uma maneira de extrair a gordura dos grãos de cacau moídos e transformar na ‘manteiga de cacau’, separando o licor da manteiga, e com esse licor foi possível criar as primeiras barras de chocolate.

Em 1847, a empresa inglesa Fry and Sons produziu chocolates doces em barras comestíveis. E foi somente na Suíça que a mistura entre chocolate, leite e açúcar ganhou força e transformou o chocolate do jeito que comemos hoje. Então quando pensamos em ‘chocolate suíço’, na verdade se refere a qualquer chocolate ao leite, e não somente às icônicas marcas suíças.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.