Palmeiras é 12 vezes campeão brasileiro em um 2023 repleto de histórias inesquecíveis no futebol

0
842

A eternização da alegria de palmeirenses, tricolores cariocas e paulistas marca também a eterna tristeza botafoguense


Na quarta-feira (6), os torcedores do Palmeiras ficaram em êxtase com a conquista do 12º título brasileiro alviverde. Para quem acompanha futebol, a torcida do Palmeiras, no decorrer do ano, ficou impaciente com a Presidente Leila Pereira, por conta de frustrações na Copa do Brasil e Libertadores, além de, até então estar fora do alcance da busca do título do Brasileirão, somando ainda com a compra de um avião particular do clube, resultando em protestos irônicos.

A grande verdade é que esse título se deu por conta de uma inacreditável campanha negativa do Botafogo, após perder por 1×0 para o Cuiabá e, na rodada seguinte, sofrer uma das maiores duchas de água fria da história do Brasileirão, quando abriu incríveis 3×0 contra o próprio Palmeiras, no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, e ver a equipe de Leila Pereira fazer o melhor segundo tempo do ano no futebol brasileiro e virar para 4×3.

Essa vitória decretou uma depressão em cima dos jogadores do Botafogo, que não ganham um Brasileiro desde 1995, e desde a derrota, não conseguiram mais vitórias, sequer terminando o campeonato na vice-liderança.

Para os amantes de futebol, foi um dos finais mais tristes do lado botafoguense, pois seria a quebra de um jejum de títulos nacionais, mas a verdade é que o elenco do Palmeiras entendeu que dava conta do recado e a ascensão do menino Endrick na reta final do campeonato o coroou como o mais jovem a ser bicampeão brasileiro, com apenas 17 anos. Para o lado alviverde, foi uma conquista inesperada e com sabor de ‘dever cumprido’ por Abel Ferreira, o sempre ‘cabeça fria, coração quente’.

Na outra ponta da tabela, o Santos caiu para a Segunda Divisão pela primeira vez em sua história. O Peixe está nadando por um oceano tenebroso e escuro, e precisará ter muita paciência, resiliência e se reestruturar internamente para voltar a ser o Santos que sempre foi. Um dado triste é que o time sai da Primeira Divisão um ano depois do falecimento do maior ídolo do clube e do futebol no mundo. Pelé.

Por fim, 2023 está se encerrando com grandes momentos inéditos do futebol: Manchester City campeão da Champions League; Fluminense campeão da Libertadores e São Paulo campeão da Copa do Brasil. Para estes torcedores, o ano de 2023 será uma lembrança de ouro em suas vidas e corações.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.