NOTA DE RESPOSTA | Subprefeitura Santo Amaro responde questionamentos dos moradores sobre Praça Manoel Filizzola

1
1937

Na tarde de quarta-feira (28) o Grupo Sul News publicou uma reportagem feita com os moradores da região da Praça Manoel Filizzola, relatando um impasse sobre a obra de reformas na praça, hoje pela manhã o Chefe de Gabinete da Subprefeitura Santo Amato, Dirceu Caramaschi, emitiu uma nota enviada para a Gazeta de Santo Amaro, informando o que está de fato acontecendo, trazendo documentações e explicando o que está acontecendo de fato.

NOTA DE ESCLARECIMENTO DA SUBPREFEITURA SANTO AMARO

Sobre os fatos informados pelos moradores:

1. Foi constatado no dia 6 de agosto uma reunião com os moradores da região informando que a praça passaria por uma revitalização do espaço e incluiria brinquedos modernos e acessíveis;

R: No dia 06 de agosto de 2022 estive no local com os moradores e usuários da Praça para discussão do projeto. Na ocasião estavam presentes aproximadamente 20 pessoas.

2. Neste dia houve um recolhimento de assinaturas de nomes dos moradores presentes, aos quais eles apoiaram a ideia da revitalização, segundo o projeto apresentado;

R: Sim. Foram feitas diversas perguntas e inclusive discutimos a questão da edificação PARA ATENDIMENTO SOCIAL VOLTADA AO PÚBLICO ALVO DA ÁREA SENSORIAL (CRIANÇAS ATÍPICAS). Na ocasião ficou esclarecido que tratava-se de duas obras diferentes, mas que se completavam, uma vez que, o público alvo da área sensorial muitas vezes demanda atendimento especial, como por exemplo, troca de fraldas, controle emocional, atenção e silêncio, entre outros. Discutimos então, qual seria a melhor localização para tal estrutura dentro da praça.

3. Há um áudio do chefe de gabinete da Subprefeitura, Sr. Dirceu Caramaschi, explicando que é apenas uma revitalização.

R: Sim, pois tratava-se de um questionamento em relação ao início das obras. E naquele momento, tratava-se apenas da Obra de revitalização.

Agora, precisamos falar sobre alguns fatos não revelados pelos moradores:

1) A mãe atípica, representante de um Projeto Social, que convocou a reunião do dia 06/08, sofreu diversas ameaças e vive em constante medo, dentro da sua própria casa, que fica nas proximidades da praça;

2) Segundo essa mãe, uma moradora local, contrária ao projeto como um todo, disse que: “lugar de criança retardada é em casa” e “que esse tipo de praça deveria ser construída no capão redondo ou em outra comunidade qualquer”;

3) Tanto as melhorias de revitalização, quanto a edificação em questão só trazem benefícios à região, como por exemplo:

 – brinquedos mais modernos e seguros;

 – acessibilidade para todos;

 – inclusão social;

 – maior iluminação e consequentemente, mais segurança;

 – melhorias nos equipamentos já existentes (alguns inclusive estavam quebrados).

4) No dia 06 de agosto, todos os moradores presentes reclamaram que a praça era utilizada à noite por pessoas (em grande parte adolescentes) para uso de bebidas alcoólicas e até drogas. E que a praça sempre amanhecia cheia de garrafas e lixos. Na ocasião, todos concordaram que uma Gestão Participativa de uma praça revitalizada, poderia inibir tal uso.

Em relação aos contratos, vale ressaltar que são obras diferentes, licitadas e homologadas em datas totalmente diferentes. A questão de ser a mesma empresa é mera coincidência, pois a Subprefeitura de Santo Amaro atua nas licitações seguindo rigorosamente as Leis pertinentes e de maneira geral, ganha a licitação a empresa devidamente habilitada e com o menor preço.

Sobre a Edificação:

 – Trata-se de um espaço para atendimento social voltado às demandas das crianças atípicas. Não é um espaço de uso totalmente livre. A gestão por uma possível ONG vai auxiliar o atendimento dessas crianças e pode ser utilizado também pelos moradores (para reuniões e etc) e pela segurança pública (como área de parada). NÃO TRATA-SE de uso aberto à moradores de rua como alguns moradores estão alegando.

RETIRADA DAS ÁRVORES

Ressalto que foi retirada apenas uma árvore, essa que apresentava problemas em seu estado fitossanitário, constando inclusive risco de queda. O processo foi feito dentro da lei, com laudo técnico de engenheiro agrônomo e execução pela Prefeitura. 

LETREIRO DE OBRAS

A empresa que está executando a obra já foi cobrada para atualizar a mesma, incluindo todas as informações exigidas pela lei.

TRANSPARÊNCIA

Todo processo de obra desta Subprefeitura é público, podendo ser consultado por qualquer cidadão a qualquer momento no portal SEI.

UM BREVE RESUMO SOBRE OS PROJETOS:

PRAÇA SENSORIAL

Objetivo: Proporcionar oportunidade de lazer e aprendizado para pessoas atípicas de forma segura.

SALA DE ATENDIMENTO SOCIAL

Objetivo: Proporcionar atendimento, atenção e conforto às pessoas atípicas. Proporciona também possibilidades para projetos sociais, de empreendedorismo, atendimento psicológico e acompanhamento de especialistas.

Ambos projetos são pensados em atender aqueles que por muitas vezes não tem voz. Por pessoas que precisam de nosso apoio e nossa atenção.

Vamos continuar caminhando em busca de uma cidade mais justa e inclusiva. A discriminação e o preconceito não vão nos parar.

Por fim, agradeço a oportunidade de responder, mesmo discordando com muitas informações já divulgadas na matéria.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

1 COMENTÁRIO

  1. Eu estive na data em que foi apresentado somente o projeto de revitalização do espaço e incluiria brinquedos modernos e acessíveis. Em momento algum foi citada a edificação PARA ATENDIMENTO SOCIAL VOLTADA AO PÚBLICO ALVO DA ÁREA SENSORIAL (CRIANÇAS ATÍPICAS). Notem que é totalmente absurda e contraditória a resposta a seguir:
    3. Há um áudio do chefe de gabinete da Subprefeitura, Sr. Dirceu Caramaschi, explicando que é apenas uma revitalização.

    R: Sim, pois tratava-se de um questionamento em relação ao início das obras. E naquele momento, tratava-se apenas da Obra de revitalização.

    Somos a favor da inclusão, mas em momento algum foi informado sobre a edificação!
    Queremos a nossa praça para crianças e idosos… nossas crianças não podem perder o espaço para uma edificação…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.