Nível de reservatórios de água em São Paulo acende alerta amarelo

0
2
Foto: Governo do Estado de São Paulo

O sistema Cantareira é o mais afetado com 28,1% de volume de água ocupado; É preciso chover mais


São Paulo viveu dias de temporais no último final de semana, trazendo a água que estamos precisando para superar a crise hídrica, que não atinge só as usinas hidrelétricas, mas também o nível dos reservatórios de água. Em São Paulo, há 7 principais reservatórios de água, mas juntando todas, há apenas 37,2% de capacidade de água, deixando claro que apenas um temporal no final de semana não resolve, é necessário chover mais.

O sistema Cantareira é o mais crítico, até esta segunda-feira (18), o volume de água está em 28,1% de capacidade, segundo a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo). Outros reservatórios também estão em estado de alerta, sendo eles o Rio Claro (37,1%), Alto Tietê (38,4%), Guarapiranga (47,1%) e Cotia (47,6%). Em contrapartida, o reservatório Rio Grande está cheio, com 79,1% da capacidade ocupada com água.

Para a Sabesp, o volume de água não afeta o cotidiano dos paulistas com possíveis desabastecimentos, mas informa que a pressão de água do Cantareira está menor do que o habitual, captando 23 m³/s, índice menor do que o limite de 27m³/s.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.