Músico é assassinado na Av. Nossa Senhora do Sabará depois de gravar 1º DVD de sua banda

0
3

O percussionista Arthur Dias voltava da gravação do primeiro DVD do Grupo Sambará quando foi abordado por um homem que estava com um simulacro de arma e uma faca. Ele foi esfaqueado e o homem fugiu levando o instrumento musical de Arthur


Na madrugada da última segunda-feira (24), o músico Arthur Dias foi morto na Avenida Nossa Senhora do Sabará, no bairro do Campo Grande.

O músico voltava da gravação do primeiro DVD do Grupo Sambará, onde atuava como percussionista. Ele foi abordado por um homem que estava com um simulacro de arma e uma faca.

Arthur estava acompanhado de uma amiga. No boletim de ocorrência, ela informou que eles caminhavam para um hotel próximo a casa de show onde foi gravado o DVD do Grupo Sambará. Então, um homem se aproximou e pediu um isqueiro.

Ao tentarem mudar de lado na rua, o homem começou a gritar com Arthur, o ameaçou de morte e esfaqueou o músico. O homem fugiu levando o instrumento musical de Arthur.

Câmeras de segurança da Avenida Nossa Senhora do Sabará flagraram o momento do ataque e quando Arthur cai no chão. A moça que o acompanha pede ajuda para os motoristas que passam pela via. No mesmo momento, outros pedestres também se aproximam para ajudar.

Segundo a Polícia Militar, quando os PMs chegaram ao local do atentado, Arthur já estava desacordado e a faca ainda estava na sua barriga. Ele foi levado para o Hospital Geral de Pedreira, mas não resistiu.

Uma outra câmera de segurança, instalada na Rua Zike Tuma, flagrou o autor do crime caminhando com a bolsa onde estava o instrumento musical de Arthur.

O caso foi registrado no 11º DP Santo Amaro e é investigado pelo 99º DP Campo Grande.

O músico foi enterrado na última terça-feira (25) no Cemitério Campo Grande. Diversas pessoas se reuniram para se despedir, inclusive os músicos do Grupo Sambará.

“Estávamos no dia mais feliz das nossas vidas. Irmão, vamos continuar o seu legado, precisamos muito da sua força aí de cima e de vocês que acompanham a gente aqui”, lamentou o Grupo Sambará pelas redes sociais.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.