18.8 C
São Paulo
quinta-feira, 26 maio, 2022
Mais

    Museu de Arte Contemporânea da USP volta rotina presencial com 7 exposições em cartaz

    Mais lidas

    Mostras são uma verdadeira viagem no tempo na história da arte Latino-Americana


    A pandemia da Covid-19 abriu alas para o entretenimento virtual, por meio de lives ou fotos. Mas quem não gosta do ao vivo e a cores? Escolas, faculdades, comércio e toda a indústria de arte e cultura estão se preparando para a volta dos hábitos presenciais em 2022.

    O Museu de Arte Contemporânea (MAC) da USP, localizado dentro do Parque Ibirapuera em um complexo arquitetônico projetado por ninguém menos que Oscar Niemeyer, nos anos 50, está com 7 exposições em que o público poderá curtir presencialmente, desde que de máscara e com o comprovante de vacinação, além do acervo de mais de 10 mil obras em exposição, sendo referência de arte moderna e contemporânea no Brasil e no mundo.

    MAC-USP

    Parque do Ibirapuera

    Funcionamento: de 3ª a Domingo, das 10h às 21h.

    Entrada gratuita.

    Regina Silveira: Outros Paradoxos

    Retrospectiva reunindo 180 obras da artista Regina Silveira, uma das mais importantes de sua época, com reconhecimento internacional. O título é uma referência a obra Paradoxo do Santo, exposto no museu desde 1994. Em cartaz até 3 de julho.

    Projetos Para Um Cotidiano Moderno no Brasil, 1920-1960

    É um conjunto de obras representando a linguagem moderna urbana do país no início do Século XX. Ilustrações, cartazes, revistas, figurinos para teatro e balé, de artistas como: Antonio Gomide, Emiliano Di Cavalcanti, Mário Zanini, Flávio de Carvalho, John Graz, Fulvio Pennacchi e Vicente do Rego Monteiro. Em cartaz até 24 de junho.

    Zona da Mata

    A exposição reúne obras dos artistas Claudia Andujar, Marcius Galan, Paulo Nazareth e Rodrigo Bueno com o foco na faixa litorânea do Nordeste do Brasil, separados em 4 partes diferentes com temporalidades distintas, onde foi solo explorador de modo predatório, com a Mata Atlântica quase extinta hoje. Em cartaz até 1º de maio.

    Muito Além das Aparências – A Imagem Crítica de Pedro Meyer

    Exposição traz 27 trabalhos do fotógrafo espanhol, radicado no México de 1938, onde Pedro mostra as primeiras tentativas de criar uma identidade para a fotografia produzida na América Latina entre as décadas de 1970 e 1980. Com foco na exploração econômica e opressão política dos países latinos. Em cartaz até 13 de fevereiro.

    Memorial do Desenho

    De todas as obras no acervo do MAC-USP, cerca de 70% são em suporte papel. A mostra destaca a importância dos trabalhos em papel, desde desenhos modernistas até obras recentes, com diferentes linguagens e suporte, com nomes consagrados como Anita Malfati, Di Cavalcanti, Portinari, Tarsila do Amaral, Flávio de Carvalho, Ismael Nery, Geraldo de Barros, Junior Suci, Zed Nesti, Mira Schendell e Gustavo Von Há. Em cartaz até 13 de fevereiro.

    Visões da Arte no Acervo do MAC USP – 1900-2000

    São mais de 160 obras no acervo, de artistas como Di Cavalcanti, Tarsila do Amaral, Flávio de Carvalho, Anita Malfatti, Volpi, Brecheret, De Chirico, Picasso, Boccioni e muitos outros. A mostra reúne artes do século XX, percorrendo os últimos 100 anos de história da arte. Em cartaz até 24 de julho.

    Vizinhos Distantes: Arte da América Latina no Acervo do MAC-USP

    Mostra apresenta os repertórios artísticos latino-americanos reunidos no MAC-USP, com mais de 250 trabalhos, como pinturas, esculturas, instalações, objetos, fotografias, registros e projetos de performances. Em cartaz até 3 de abril.


    SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

    - Patrocinado -

    Leia mais

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    - Patrocinado -

    Últimas