Motociclista é atropelado por carro na contramão na Av. 23 de Maio

0
332

A moto foi arrastada por 500 metros e motorista fugiu sem prestar socorro

 

Na madrugada da última quarta-feira (16/01), um motociclista de 44 anos foi atropelado por um carro que estava na contramão na Av. 23 de Maio. O vigilante Sergio Ricardo Alves tinha trabalhado a noite toda e estava voltando para casa. A moto dele foi arrastada durante 500 metros.
Um vídeo feito por outro motociclista que estava na via mostra um carro preto entrando pela contramão na Avenida. O horário das imagens, por volta das 4h50, coincide com o registro feito pela CET.
Para sair do Centro e chegar na Zona Sul pela Av. 23 de Maio, os motoristas precisam acessar uma rampa que dá entrada para a Avenida. O motorista que atropelou Sergio fez o contrário: entrou a esquerda e desceu a Avenida na contramão, atropelando Sergio perto do Viaduto Dona Paulina.
Pedaços do para-choque do carro ficaram na via, como única pista do atropelador, que fugiu, pela contramão, sem prestar socorro. Até o fechamento desta matéria, o motorista ainda não havia sido encontrado pela Polícia.
Sergio foi socorrido por pessoas que passavam pela via, mas não conseguiram anotar a placa do carro. Enquanto esperavam a Polícia, bandidos roubaram o capacete, a mochila, o celular e a carteira do vigilante. Ele foi levado para o Hospital das Clínicas e seu estado de saúde é estável.

 

MORTES DE MOTOCICLISTAS
Dados do Infosiga, Movimento Paulista de Segurança no Trânsito do Governo de SP, indicam que a maioria das mortes dos motociclistas acontece no período da noite/madrugada. Cerca de 89% das vítimas são homens e 30% tem entre 18 e 24 anos.
De janeiro a novembro de 2018, 304 motociclistas morreram. Cerca de 58,55% das mortes aconteceram das 18h às 6h, quase 20% das 12h às 18h e 15,46% das 6h às 12h.

 

 

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.