Moradores reclamam de sujeira e falta de zeladoria em praças do Brooklin

0
147

As praças Acib Ballan Camasmie e André Pucca tem muito entulho, canteiros mal conservados e falta iluminação. Moradores dizem que a culpa são das pessoas em situação de rua que ocupam os locais


Muita sujeira, entulhos, pedaços de isopor, papel higiênico usado, plástico, alumínios, canteiros mal conservados e entulhos entre as árvores, falta de iluminação, além de mato por quase toda a extensão. Essa é a situação da Rua Porto Martins e da Praça Acib Ballan Camasmie, ao lado da Sociedade Hípica, no Brooklin.

Um morador da região reclamou ao Grupo Sul News que “o lixo tomou conta da quadra e as nossas crianças e idosos não tem mais onde tomar sol, descansar e passear”. Além da sujeira, o morador também diz que o local se tornou perigoso e muitos vizinhos evitam passar por ali para não serem assaltados.

“Os moradores das ruas circunvizinhas estão cansados de assaltos e do medo em passar ao lado deste local, pois também os motoboys de aplicativos, principalmente os de delivery de alimentação, fazem uso de drogas e assaltam os transeuntes. Este local se tornou a VERGONHA da região; a prefeitura virou as costas e hoje a praça está invadida por indigentes e drogados”, diz Isaias Piau.

A reportagem também encontrou muita sujeira na Praça André Pucca, entre as Ruas Arizona x Nova York. Segundo outro morador da região, moradores de rua instalados ali amontoam lixo e restos de comida e a limpeza da Prefeitura não é frequente.

Segundo a Subprefeitura Pinheiros “as equipes de zeladoria realizam limpeza na Rua Porto Martins as terças, quintas e sábados. A via foi limpa na última terça-feira (12). As Praças André Pucca e Acibe Ballan também passam por serviços de limpeza e zeladoria as terças, quintas e aos sábados. Vale ressaltar que, somente na região de Pinheiros, entre janeiro e dezembro de 2018, foram coletadas 8.9 mil toneladas de resíduos de varrição e entulho. Já entre janeiro e setembro deste ano, foram recolhidas 5.7 mil toneladas de resíduos de entulho e varrição na mesma região”.

O Departamento de Iluminação Pública (ILUME) informou que “realizou vistoria na Praça Acibe Ballan Camasmie na última quarta-feira (13) e executou o reparo na rede de iluminação. O local ficou em ordem”.

Sobre os moradores de rua nas praças, a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) disse que “durante o mês de outubro foram realizadas 18 abordagens pela equipe do SEAS Pinheiros na Praça Acibe Ballan Camasmie com três encaminhamentos para a saúde e dois para atualizar documentação. Já na Praça André Pucca foram realizadas oito abordagens, com encaminhamento de três pessoas para o Centro de Acolhida, atendimento em saúde e cadastro social no CadÚnico. A equipe socioassitencial intensificará o monitoramento na região”.

Sobre as reclamações de assaltos, a Secretaria de Segurança Pública disse que “de janeiro a setembro deste ano, 851 pessoas foram presas e apreendidas na área do 27º DP (Campo Belo), um aumento de 35,9% em relação ao mesmo período de 2018. Além disso, 31 armas de fogo ilegais foram retiradas das ruas. Neste ano, a delegacia registrou uma ocorrência de assalto praticado por motociclistas no endereço citado e trabalha para identificar e prender os autores”.


FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.