Linha 5-Lilás promove oficina de grafite para alunos da rede pública no Capão Redondo

0
1985

Oficina com 50 alunos de 13 a 15 anos faz parte do Projeto Street Art


Quem percorre a região de Capão Redondo, zona sul, já pode notar que o cinza do concreto nos pilares, que sustentam a via elevada da Linha 5-Lilás, está ganhando cores e vida, com os novos painéis com pinturas que retratam a arte urbana. As atividades ocorreram na quinta (25) e sexta-feira (26), com oficinas de grafite, envolvendo 50 alunos na rede pública de ensino.

A proposta faz parte do Projeto Street Art, uma parceria entre a ViaMobilidade, operadora da Linha 5-Lilás, Instituto CCR e Dionisio.Ag, que recruta os artistas. O grafite moderno ganhará ares nas dependências da Escola Estadual Miguel Munhoz Filho, Jardim Germânia, com alunos de 13 a 15 anos, que terão dinâmicas de pintura, exercícios de lettering – arte escrita -, e outras atividades.

Na quinta-feira, os alunos receberam aulas práticas e teóricas. Já na sexta, os estudantes escolheram palavras de ordem e ajudaram os grafiteiros a expressarem essa arte em dois murais.

Para um dos organizadores da oficina e ilustrador de superfícies, Diego DGOH, fazer parte desse projeto é uma realização pessoal. O artista urbano também tem a sua obra pelos pilares da Linha 5-Lilás e espera inspirar as crianças. “Os projetos de oficinas em escolas são de grande importância, pois buscamos disponibilizar caminhos para que tenhamos um resultado com boas expressões nos muros e apresentemos possibilidades para possíveis novos artistas”, explica.

O Projeto Street Art está mudando a cara dos 35 pilares da Linha 5-Lilás, que recebem painéis em grafites entre as estações Capão Redondo e Giovanni Gronchi. Ao todo, são 35 artistas e 10 aprendizes.

Morador do Capão Redondo, Ronaldo Souza é artista de grafite desde 2001 e hoje sente orgulho de ter uma de suas obras à vista de todos, em um dos pilares da via que sustenta a Linha 5-Lilás. “Sempre sonhei em pintar uma dessas pilastras, hoje me sinto privilegiado em ser convidado, juntamente com outros artistas, para deixar minha arte com uma mensagem inspiradora para todos que passam, quebrando aquela rotina e levando cores para o cotidiano das pessoas”, descreve.

A parceria conta com 90% dos artistas residentes na região de Capão Redondo, com intuito de valorizar a cultura local. Cada artista contará com remuneração, treinamento e alimentação durante a realização do projeto.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.