Instituições entregam cartões vale-alimentação para famílias em situação de vulnerabilidade da Zona Sul

0
2

A Fundação ABH e a ValeCard pretendem distribuir 1.205 cartões, com o crédito de R$ 200 em cada um, para que as famílias possam comprar alimentos. Em campanha de arrecadação, doadores ainda têm a opção de doar uma cesta básica de R$ 50 ou apadrinhar uma família por seis meses


Nesta semana, famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social na Zona Sul estão recebendo cartões vale-alimentação entregues pela Fundação ABH, numa campanha de solidariedade em parceria com a ValeCard.

As duas instituições pretendem distribuir 1.205 cartões, com o crédito de R$ 200 em cada um, para que as famílias possam comprar alimentos. O objetivo da campanha é reabastecer os cartões durante seis meses.

Na última segunda-feira (19), famílias de uma comunidade do Morumbi receberam os cartões. Na próxima quinta-feira (21), é a vez de famílias que moram no Grajaú e em Pedreira. No dia 23 de abril, os cartões serão entregues para famílias do Jardim São Luís e do Jardim Ângela.

“Além do combate à fome, a utilização de cartão alimentação ajuda a reduzir aglomerações e fomentar os pequenos comércios das comunidades. Como o cartão é abastecido eletronicamente, não há filas para recebimento de cestas básicas. O cartão também possibilitar que cada um selecione os alimentos mais adequados à realidade familiar e pode ser usado no comércio local, movimentando a economia nos bairros”, explicou a Fundação ABH.

Para apoiar mais de seis mil famílias, a Fundação ABH mantém ativa uma campanha de financiamento coletivo e pretende arrecadar R$ 170 mil no primeiro semestre deste ano. Nessa campanha, doadores têm a opção de doar uma cesta básica de R$ 50 ou apadrinhar uma família por seis meses.

Desde o ano passado que a Fundação ABH realiza essa campanha de combate à Covid-19. Em 2020, a Fundação conseguiu organizar uma rede com mais de 50 iniciativas para apoiar famílias periféricas. Segundo a instituição, mais de 21 mil famílias foram atendidas, sendo que 67% delas não recebia apoio dos órgãos públicos e 55% não tinha renda.

Para apoiar a campanha de financiamento coletivo ou apadrinhar uma família, basta entrar no site: https://combatecovid.org/fundacao-abh


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.