Instituições da Zona Sul realizam feira online de adoção de cães que demoram para sair de lares temporários

0
193

Ação do Shopping Campo Limpo e da ONG Cão Sem Dono prioriza cachorros mais velhos, entre 4 a 9 anos de idade, que são entre 60% e 70% dos animais que estão na instituição. “A gente não desiste de nenhum”, diz a ONG


O Shopping Campo Limpo e a ONG Cão Sem Dono se uniram para realizar uma feira online de adoção de cachorros, ajudando os animais a encontrarem um lar e incentivando que as pessoas os adotem para terem uma companhia. Pesquisas apontam que cada vez mais gente está interessada em adotar um animal para ajudar a amenizar a solidão do período de isolamento social pela pandemia do novo coronavírus.

A feira é realizada no site do shopping e também nas páginas do Campo Limpo nas redes sociais – Facebook e Instagram. Os cachorros participantes da feira têm entre 4 e 9 anos de idade, e demoram mais para encontrarem um lar. Cerca de 60% a 70% dos cães que estão na ONG Cão Sem Dono disponíveis para adoção têm acima de 5 anos. O Nino, de 7 anos, um dos cães que estão nesta feira online, é destinado a adoção especial: ele tem 3 patas.

“Filhotes e cachorros com até 2 anos chegam e são adotados rapidamente. As pessoas querem ficar mais tempo com os animais. Para filhotinhos, há até fila de interessados. Já os mais velhos demoram mais para serem escolhidos, mas a gente não desiste de nenhum. Neste ano conseguimos doar um animal que estava conosco desde 2013; ele vai ficar pouco tempo com a pessoa que o escolheu, mas vai passar os últimos anos de vida em um lar”, diz Aline Silva, bióloga da ONG Cão Sem Dono.

“As pessoas não têm preferência pelos cachorros mais velhos. Conversamos com elas, falamos para darem uma chance. Conhecemos bem o temperamento deles (por estarem há bastante tempo conosco), eles costumam ser mais tranquilos, argumentamos isso para convencê-las de que o cão mais velho também merece terminar a vida feliz em uma casa, com uma família”.

O interessado em adotar um cachorro da feira online precisa ter mais de 21 anos e passar por entrevista online, em que a ONG verifica, por exemplo, se a rotina familiar é compatível com o perfil do cachorro. Passando na entrevista, a instituição entrega o cão na casa da pessoa já castrado, vacinado e vermifugado.

“O Shopping Campo Limpo já organizou feiras físicas de adoção de animais antes da pandemia, com doação de quase 100% dos cães participantes. Com a determinação das autoridades públicas de não fazer eventos dentro do shopping para evitar o contágio pela Covid-19, vimos no meio online uma maneira de continuar apoiando a causa animal. As ONGs e os protetores dos animais também precisaram se reinventar e usar ainda mais os canais digitais no período de quarentena”, afirma Leonardo Monaci, superintendente do Shopping Campo Limpo. “Acreditamos nesta rede de solidariedade e no desenvolvendo de novos afetos, especialmente em tempos mais difíceis”, complementa ele.

A bióloga da ONG Cão Sem Dono faz uma ressalva: quem está em home office e terá que voltar a trabalhar fisicamente na empresa precisa levar em consideração as mudanças na rotina. “Uma coisa muito importante hoje é: quando a pessoa voltar para o trabalho, quanto tempo ela passará a ter? O cachorro ficará sozinho? Tentamos alinhar todas essas informações e acertar o máximo possível dentro da entrevista”, pontua Aline. “A pessoa também precisa pensar que um cachorro vive em média 15 anos e gera custos mensais com alimentação, antipulgas, tapete higiênico etc. Adoção é um planejamento a longo prazo”.

Ela explica que a ONG só consegue resgatar cachorros que estão na rua quando ela doa animais, liberando lugar no abrigo temporário. “Estamos lotados e há 60 cães na fila para serem resgatados”.

A ONG Cão Sem Dono fica em um sítio na Estrada de Itapecerica e tem no total quase 300 cachorros prontos para adoção. Para adotar, basta o cliente entrar em contato diretamente com a ONG pelo e-mail [email protected]

Feito isso, a instituição agenda entrevista on-line. Mais informações: http://www.caosemdono.com.br


FALE COM A REDAÇÃO: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.