Homem que atirou contra PMs após briga na Zona Sul se apresenta a Polícia

0
308

Após brigar por causa da venda de um carro, homem atirou contra policiais em condomínio e fugiu por uma semana

 

 

Renato Alves, o homem que atirou contra dois PMs, na semana passada, e estava foragido, se apresentou na 96º DP no Brooklin, na última segunda-feira (1). Em depoimento, ele confessou onde está a arma usada no crime.
No dia 24 de junho, a Polícia foi chamada para atender uma ocorrência de briga em um condomínio na Rua Estado de Israel, na Vila Clementino. Renato tentava desfazer a venda de um carro que comprou alegando que o veículo apresentou defeitos e acabou brigando com o vendedor do carro.
De acordo com a investigação, Renato fugiu do prédio com a ajuda do pai, que cobriu as câmeras de segurança.
O condomínio ficou bloqueado durante todo o dia, pois a Polícia estava fazendo buscas nos 36 apartamentos do prédio para localizar Renato. No apartamento dele, foram encontrados cartuchos de pistola .380. Em 2013, Renato foi preso pela Polícia Rodoviária por porte de drogas e porte da mesma arma usada contra os PMs.
“Aparentemente, é uma personalidade deformada que requer, na nossa opinião, que ele seja mantido preso e responda pelo grave crime que ele cometeu”, disse o delegado Carlos César Rodrigues.
O atirador vai responder por tentativa de homicídio qualificado por motivo fútil contra autoridade.

 

__
FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]
- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.