Homem é preso ao tentar furtar cisne negro do Parque Ibirapuera

0
422

A Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente fez um inventário e descobriu que 40, dos 79 cisnes negros, sumiram do Ibirapuera


O animal foi colocado dentro de uma mochila

A Polícia prendeu, no dia 13 de abril, um homem que tentou furtar um cisne negro do Parque Ibirapuera. Segundo a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente, o homem foi flagrado por um funcionário da Divisão de Fauna Silvestre do Ibirapuera e foi levado para a 36ª DP Vila Mariana, que investiga o crime.

A Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente, então, fez um inventário e descobriu que 40, dos 79 cisnes negros sumiram do Ibirapuera.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o homem foi preso ao colocar a ave dentro da mochila. Durante a investigação, um segundo indivíduo foi identificado, suspeito de comercializar os animais em sites e redes sociais.

A Secretaria de Segurança Pública também disse que realiza buscas para prender este novo suspeito e também para encontrar os cisnes, que possuem microchips de identificação e pertencem ao Acervo Municipal de Anatídeos (cisnes, gansos e marrecos).

Segundo a Prefeitura, “o Brasil enfrenta o tráfico de animais silvestres, considerado o terceiro maior comércio ilegal do país, perdendo apenas para as drogas e as armas. Quando capturados pela polícia, esses animais são encaminhados a Centros de Triagem e Reabilitação de Animais Silvestres (CETRAS), como a Divisão da Fauna Silvestre (DFS) da Secretaria do Verde e Meio Ambiente (SVMA), que mantém um espaço para a recuperação dos animais apreendidos. São encaminhados, aproximadamente, oito mil animais à DFS anualmente”.

Os parque municipais, como o Ibirapuera, estão fechados desde o dia 21 de março, para evitar a propagação do novo coronavírus.


FALE COM A REDAÇÃO: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.