História de Santo Amaro é tema da Feira Cultural do Colégio Cruz Azul

0
99

Diretoria do Cetrasa esteve presente para prestigiar os alunos que recriaram ambientes como o coreto da Praça Floriano Peixoto e o Teatro Paulo Eiró


Por: Luciana Paim

“Reconhecendo nossas raízes – Orgulho de ser Santamarense” foi o tema da Feira Cultural do Colégio Cruz Azul – unidade Santo Amaro – que aconteceu no último sábado (26).

O evento é realizado anualmente em todas as unidades do colégio em todo o Estado, sendo que o assunto para cada um é livre. “O objetivo foi aproximar os alunos da nossa cultura e reconhecer as raízes santamarenses para resgatar tudo o que fala da região, cultura, arte e do lazer que tem aqui”, explicou Márcia Regina Ribeiro de Arruda, Diretora da Unidade Santo Amaro.

Durante todo o ano, os educadores de todos os períodos, séries e disciplinas trabalharam com os alunos com atividades lúdicas e interativas, envolvendo a todos na conclusão do projeto. “Houve o envolvimento de todos os professores, fazendo levantamento de população, gráficos, rios, meios de transportes, impactos ambientais. No começo a gente achou que o tema seria difícil porque, por mais que os alunos morem aqui, eles não conhecem a história. Mas aos poucos eles compraram a ideia, foram a campo, se envolveram”, afirmou Patricia Schulz Fernandes, Coordenadora de Ensino Fundamental II e Ensino Médio.

Os alunos realizaram diversas atividades durante a feira como apresentações musicais e teatrais; recitais de poemas; oficinas; apresentações de trabalhos interativos; criação de ambientes como o coreto da Praça Floriano Peixoto e o Teatro Paulo Eiró; além de maquetes de monumentos culturais e artísticos da região. “O aprendizado começa na base e então eles precisam entender a criação, por isso eles fizeram apresentações de peças teatrais e musicais”, disse Soraia Aparecida Lopes Silva, Coordenadora da Educação Infantil e Fundamental I.

Selma Gil Vespasiano Granja, que é Psicóloga Escolar, afirma que essa metodologia de ensino é enriquecedora para a vida do aluno como um todo. “Traz o aluno para a escola, o prazer de estudar, de conhecer. Porque não fica só no computador, no Google. Você traz para cá e para a aprendizagem; o contato não fica só na imaginação dos livros, só motiva os alunos”, explicou.

A diretora Marcia recebeu a diretoria do Cetrasa na Feira Cultural que homenageou os Botinas Amarelas

O colégio está localizado em um espaço onde antes era uma indústria farmacêutica. O responsável pela venda do espaço ao colégio é o atual presidente do CETRASA – Centro de tradições de Santo Amaro – Dr. José Carlos Bruno, que esteve presente no local e ficou bastante emocionado com a homenagem aos Botinas Amarelas. “Tudo é muito emocionante pra nós, é um resgate para a história e é muito importante que a meninada não pare por aí e repasse esse conhecimento histórico de Santo Amaro”, disse o presidente do Cetrasa.

“Esse evento tem uma grande importância tanto para os alunos, quanto para a família e para o bairro, porque tá mostrando a história de Santo Amaro que é importantíssimo para enriquecer o conhecimento e a integração da Polícia Militar com a sociedade através dos filhos dos militares e também da sociedade civil que está aqui, para ter noção de cultura, civismo e patriotismo”, disse o Tenente Coronel Fedrizzi, do 1º BPM de Santo Amaro.

Adriano Giovaninni e Heloisa Helena da Silva Cunha, ambos do Batalhão do Choque, pais de gêmeas que estão na 6ª série, concordam que “é bacana trabalhar a importância da história de onde você mora, porque você mantém a tradição. Saber qual é a evolução da cidade, as crianças acabam perdendo um pouco isso então acho importante a escola trazer isso também”, falou o coronel Adriano.

O Colégio Cruz Azul tem mais de 13 mil alunos, distribuídos na capital e no interior, sendo que a unidade de Santo Amaro atende mais de 600 alunos com ensino tradicional e responsabilidade socioambiental que rendeu o ISO 9000 e 14000.


FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.