Há 50 anos | Veja o helicóptero: é a fiscalização

0
1053

18 de fevereiro de 1972


Diariamente, por volta das 9 horas, dois helicópteros da Prefeitura decolam de Congonhas, e durante quase duas horas, sobrevoam bairros periféricos da cidade. A bordo, engenheiros e fiscais vão anotando em um mapa os loteamentos clandestinos existentes. Depois, grupos de fiscalização localizam os proprietários e os intimam a regularizar, em 45 dias a situação daquelas áreas. Caso isso não seja feito, os infratores serão processados, podendo inclusive serem responsabilizados por crime contra a economia popular.

Esse trabalho teve início há cerca de um mês, por determinação do prefeito Figueiredo Ferraz, no sentido de reprimir a proliferação de construções periféricas em terrenos que não possuem infraestrutura. As regionais escolhidas para o início da fiscalização foram Santo Amaro e São Miguel, onde o número de loteamentos e construções clandestinas é bastante elevado.

Desde o início dos voos, várias áreas foram localizadas, proprietários estão sendo multados e intimados a regularizar sua situação. Uma comissão especial estuda e encaminha os processos. Dela fazem parte representantes de vários órgãos municipais.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.