Família refugiada venezuelana é acolhida em faculdade da Zona Sul

0
200

A família foi selecionada e cadastrada pela Operação Acolhida, do Governo Federal, parceiro do projeto “Acolhe Brasil”, mantido pela instituição de ensino. Pai e mãe já conseguiram emprego e seus filhos já estão matriculados em escolas públicas da capital paulista

Após oito meses vivendo na cidade de Boa Vista, no Estado de Roraima, que faz fronteira com a Venezuela, o casal Luis e Frailenys e os filhos Samileidys e Nelson, de 13 e 15 anos, desembarcaram em São Paulo para fazer parte do projeto “Acolhe Brasil”, na Faculdade Centro Paulistano, pertencente ao Grupo Universidade Brasil. A família foi selecionada e cadastrada pela Operação Acolhida, do Governo Federal.

Instalados na unidade da Zona Sul, a família tem garantida moradia, emprego registrado e acesso à saúde e educação. O Sr. Luis vai trabalhar na própria faculdade na área de segurança e sua esposa, a Sra. Frailenys deve começar a trabalhar em uma padaria, após ser indicada ao emprego por um aluno da faculdade. Os adolescentes também começam os estudos após alunos do curso de Pedagogia da Faculdade conseguirem vagas em escolas públicas da região e arrecadarem os materiais escolares necessários.

“Nós conseguimos uma mobilização muito grande da comunidade e recebemos doações de todos os tipos, desde os móveis, até as roupas para as crianças. No dia em que eles chegaram aqui, por exemplo, estava muito frio e fiquei muito feliz em vê-los aquecidos com as roupas que foram doadas”, disse o professor Antônio Márcio Mendonça, diretor da Faculdade Centro Paulistano, de Interlagos.

O tempo inicial de permanência na Faculdade é de dois meses, podendo ser mantidos permanentemente.

Quem quiser doar utensílios domésticos, móveis e eletrodomésticos basta comparecer na Faculdade todos os dias, das 7h30 às 22h. Endereço: Rua David Eid, 241 – Interlagos.


FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.