Estado realiza campanha de vacinação contra o sarampo até 31 de agosto

0
94

Mais de 4 mil pessoas já tiveram sarampo em 2020: um número 34 vezes maior do que no mesmo período do ano passado em que apenas 142 pessoas tiveram a doença. A vacina é tríplice viral e serve para sarampo, caxumba e rubéola


O Governo de São Paulo iniciou nova etapa da campanha de vacinação contra o sarampo, caxumba e rubéola para atualizar a carteira de vacinação de crianças e jovens. No Estado de São Paulo a campanha segue até o dia 31 de agosto para pessoas de 1 ano até 29 anos, que ainda não tomaram as duas doses previstas da vacina.

A “dose zero”, que não é válida na carteira mas é recomendada por causa da circulação do vírus, pode ser dada para bebês com seis meses ou mais. Caso haja necessidade, pessoas de 30 a 49 anos também podem se vacinar.

De acordo com a Prefeitura da capital, “a primeira dose da vacina tríplice viral já é aplicada a partir dos 12 meses de idade e, a segunda, feita com a tetraviral (SCR+varicela), em crianças a partir de 15 meses. Vale lembrar que a imunização tríplice viral segue o calendário do Ministério da Saúde para as outras faixas etárias. Pessoas até 29 anos devem ter duas doses comprovadas e quem tem entre 30 e 59 anos precisa ter pelo menos uma dose”.

Até a última segunda-feira (13), foram registrados 711 casos e uma morte de uma criança no Estado de São Paulo. No ano passado, foram registradas apenas 14 mortes. Quase 60% das vítimas são homens e quase 30% tem entre 20 e 29 anos.

No Brasil, já foram registrados 4.958 casos de sarampo, um número 34 vezes maior do que no mesmo período do ano passado em que apenas 142 pessoas tiveram a doença.

Em meio a pandemia da Covid-19, a Organização Mundial da Saúde registrou mais de 28 mil casos de sarampo, em todas as regiões do mundo. E nas Américas, são 3.155 casos registrados pela Organização Pan-Americana de Saúde em oito países.

VACINA CONTRA A GRIPE

A campanha de vacinação contra a gripe segue até o dia 24 de julho, não apenas para grupos prioritários, mas para toda a população.  

Mais de quatro milhões de doses da vacina já foram aplicadas entre o início da campanha, em março. Considerando o público alvo total, 85% já foram vacinados: 41% adultos, 46% puérperas, 47% gestantes e 100% dos indígenas, profissionais da saúde e idosos.

É importante frisar que essa vacina não protege contra o coronavírus, mas auxilia os profissionais de saúde no diagnóstico para a Covid-19, ao descartarem os vários tipos de gripe na triagem da população vacinada.

As vacinas estão disponíveis nas Unidades Básicas de Saúde. Para saber a UBS mais próxima, acesse: http://buscasaude.prefeitura.sp.gov.br/


FALE COM A REDAÇÃO: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.