Estado de SP é o segundo do país com o maior número de famílias beneficiadas pelo Auxílio Brasil em novembro

0
965

São mais de 2,62 milhões de contemplados no estado


Em novembro, o estado de São Paulo registrou o segundo maior número do país de pessoas assistidas pelo Auxílio Brasil. São 2.627.104 famílias beneficiadas, ligeiramente inferior ao total da Bahia, que contabilizou 2.627.853 pessoas contempladas pelo programa. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Cidadania, responsável pela iniciativa.

Todos os 645 municípios paulistas contam com beneficiários do Auxílio Brasil. Para o pagamento da parcela do programa, o Governo Federal investiu mais de R$ 1,59 bilhão. Cada família irá receber, em média, R$ 606,25 no mês.

A Região Sudeste também concentra o segundo maior número de brasileiros atendidos pelo programa federal de distribuição de renda. Ainda, de outubro para novembro, foram incluídos 173.261 novos beneficiários.

Nacional
Em todo o país, o programa atingiu mais um recorde histórico de famílias atendidas e de recursos transferidos. De outubro para novembro, 500 mil famílias foram incluídas. Serão mais de 21,53 milhões de famílias assistidas, fruto de um investimento federal de mais de R$ 13 bilhões. Os recursos serão repassados aos municípios brasileiros, com valor médio para cada família de R$ 607,57.

O Nordeste foi a região com o maior número de contemplados, onde 195.001 novas famílias foram incluídas no programa desde outubro. Assim, o número total de atendidos, nos 1.794 municípios dos nove estados da região, ultrapassa 9,9 milhões de famílias.

Quem tem direito?
O Auxílio Brasil é voltado a famílias em situações de extrema pobreza e de pobreza, além de famílias em regra de emancipação. São consideradas, em situação de extrema pobreza, as famílias com renda familiar mensal per capita de até R$ 105,00. Já aquelas em situação de pobreza têm renda familiar mensal per capita entre R$ 105,01 e R$ 210,00.

As famílias que preencherem os requisitos para ter acesso ao Auxílio Brasil devem estar inscritas no Cadastro Único (CadÚnico). A inscrição pode ser feita neste endereço eletrônico.

Depois de ser incluído no Cadastro Único, o interessado precisa confirmar os dados em uma entrevista presencial a ser realizada em um Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) das prefeituras.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.