Espetáculo ‘Toda Quinta’ celebrará, em 6 apresentações, a vida e obras do consagrado nordestino Dominguinhos

0
105
Foto: Katia Gardin / Dominguihos

Teatro Vivo abre seu palco para apresentar à cidade mais nordestina do Brasil uma série de homenagens ao mestre do forró


Estreia no próximo dia 12 de maio mais uma série de grandes espetáculos do Projeto Memória Brasileira, a atração Toda Quinta, no Teatro Vivo, homenageará uma das personalidades nordestinas mais influentes da música brasileira: Dominguinhos!

O Projeto Memória Brasileira foi criado em 1987, através da Myriam Taubkin e Gabriel Paiva, e já teve espetáculos consagrados com muita maestria e qualidade, como “Memórias do Piano Brasileiro, “Um Sopro de Brasil”, “Violeiros do Brasil”, “Do Violino ao Rap”, “O Brasil da Sanfona”, entre outros.

Os diretores do Projeto Memória Brasileira e os espetáculos do Toda Quinta: Myriam Taubkin e Gabriel Paiva

Desta vez, Dominguinhos é a grande homenagem a uma série de 6 apresentações, que vai agitar o público com muito carinho! “Conheci o Dominguinhos em 1999, e ele me ajudou a montar o ‘Brasil da Sanfona’. Ficamos muito amigos e ele trabalhou em muitos outros projetos meus”, relembra a produtora Myriam sobre o seu grande amigo. “O Toda Quinta é uma criação inédita”.

O eterno mestre do acordeon é uma grande referência, não só em música tradicional nordestina, mas ele tinha o dom de adaptar qualquer estilo musical ao seu estilo único e pessoal. “Dominguinhos tocou sanfona de todas as maneiras, desde o forró Pé-de-Serra em qualquer garagem pelo interior do país, onde havia festa, forró e microfone, até grandes espetáculos no Theatro Municipal e no Teatro Alfa, onde fez um concerto comigo junto a Orquestra Sinfônica. Ele era completo!, diz Myriam mostrando o porque Dominguinhos merece tal homenagem!

Programação

  • No dia 12 de maio, Mariana Aydar apresentará sua versão de Dominguinhos;
  • No dia 19 de maio é a vez da filha do Mestre, Liv Moraes, junto a Cosme Vieira, homenagearem o pai e amigo;
  • No dia 26 de maio a dupla arcodeonista Mestrinho e Lulinha Alencar dará vida em um grande dueto;
  • Em 2 de junho, Luisa Mairta e Tiganá Santa darão um sotaque baiano ao típico forró;
  • Em 9 de junho a icônica cantora Elba Ramalho fará sua homenagem ao amigo;
  • E em 16 de junho Anastácia fechará o Toda Quinta com chave de ouro!

A escolha dos artistas foi estratégica, mesmo que a banda seja a mesma em praticamente todas as apresentações, Myriam fez questão de escolher a dedo os artistas. “A maioria deles trabalharam e estiveram muito ao lado dele, exceto a Luísa Maita, cantora e compositora, e Tiganá Santana, baiano, compositor, poeta que vão levar Dominguinhos para outros sotaques”.

A banda que vai tirar o público do chão conta com Cosme Vieira em voz e sanfona; Zezinho Pitoco na zabumba, sax alto e clarinete; João Taukbin no contrabaixo e violão; E Guegué Medeiros na percussão; Já o pianista Salomão Soares estará presente nas apresentações da Anastácia e da Luísa Maita com o Tiganá Santana.

Os músicos da banda ainda contarão com um repertório, que tocará em todas as apresentações, de composições instrumentais de Dominguinhos, relembrando do quanto ele sabia fazer um choro de encantar o público.

E tem cidade mais nordestina para homenagear Dominguinhos do que São Paulo? Myriam relembra que Dominguinhos amava a cidade por conta disso! “Ele achava incrível e os chamavam [os nordestinos] de ‘cabeça chata’. A cidade é assim mesmo. A culinária nordestina e o forró estão muito presentes no centro e nas periferias”.

Liv Moraes é filha do Mestre do forró e vai emocionar o público nesta homenagem!

O Teatro Vivo percebeu logo de cara o quanto era um projeto interessantíssimo o Toda Quinta, sabendo das tradições nordestinas pela cidade e abriu seu palco para as apresentações. “O Gabriel Paiva fez algumas apresentações no Teatro Vivo. Eles se interessaram pelo Toda Quinta desde 2020, é uma delícia apresentar neste palco, muito confortável, é acolhedor e tem uma acústica muito boa!”, conta.

E agora é a grande hora para voltar, Myriam espera que o público vai estar muito presente nos palcos, ainda mais com a retomada presencial das atividades culturais, depois de 2 anos reclusos com restrições. “As relações presenciais estão voltando, estamos ainda sem saber como se cumprimenta, todos estão indecisos ainda, mas estamos reaprendendo a voltar ao presencial, acho que o público vai amar todos os seis espetáculos!”.

Mais informações no site do Teatro Vivo e você pode comprar os ingressos na Sympla.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.