Escolas públicas da Zona Sul são selecionadas para 3º Prêmio Territórios

0
420

Premiação reconhece iniciativas da Rede Municipal de Ensino que integrem os diversos saberes e envolvam o campo da cultura

 

Dirigido a escolas da Rede Municipal de Ensino de São Paulo, o Prêmio Territórios, realização do Instituto Tomie Ohtake, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo e com patrocínio da Estácio Ensino Superior, anuncia, em sua terceira edição, 10 experiências selecionadas.
Foram 86 projetos inscritos, oriundos de todas as Diretorias Regionais de Ensino e de diversos tipos de unidades escolares. Na Zona Sul da capital paulista foram escolhidos três projetos:

 

  • “Slam Altino: ninguém cala o nosso grito!” da EMEF Altino Arantes | DRE Ipiranga
Por meio de um projeto interdisciplinar e alinhado às diretrizes curriculares, o Slam Altino torna-se, além de um acontecimento poético, um acontecimento social e cultural no qual os alunos abordam criticamente, em sua produção poética, temas caros aos Direitos Humanos, despertando os espectadores e a si próprios para reflexões políticas e sociais amplas e específicas. Com o Slam, os alunos já percorreram diversos locais da cidade com suas apresentações, criaram conteúdos para circular nas redes sociais e utilizaram linguagens artísticas para intervenções no bairro, ampliando o diálogo com o território.

 

  • “Sementes dos Sonhos – vivências na agroecologia da cidade” do CEU EMEF Paulo Gonçalo dos Santos | DRE Santo Amaro
O CEU EMEF Professor Paulo Gonçalo dos Santos encontra-se no distrito de Pedreira, às margens da represa Billings, área de proteção ambiental profundamente impactada pela ocupação desordenada ocorrida nos processos de industrialização e urbanização. O projeto “Sementes de Sonhos” nasceu nas aulas de Ciências Naturais e Geografia, nas classes de 6º ano. O estudo do solo, da agricultura e a história dos agricultores da família dos estudantes despertaram a curiosidade sobre assuntos da atualidade relacionados ao meio ambiente.
Para tratar dessa temática, os alunos e professores desenvolveram pesquisas coletivas considerando os sujeitos sociais envolvidos. Os alunos, protagonistas do processo de investigação, apresentaram seminários e propuseram discussões acerca da temática, com a participação ativa dos familiares e comunidade.

 

  • “Conhecendo e Sendo em São Paulo” do EMEI Gabriel Prestes | DRE Ipiranga
O projeto tem como fundamento a utilização da cidade como espaço integrador de conhecimento e participação social. Para sua realização foram feitas visitas a equipamentos públicos e pesquisas sobre cultura popular. Essa investigação resultou em um desejo de aprofundar a temática através da escuta das histórias e experiências trazidas pelos pais dos alunos, levando o projeto a realizar visitas também às residências das crianças. Dessa forma, a ação proporciona o fazer educativo integrado aos afetos e ao descobrimento de novas possibilidades de ser e estar na cidade. A iniciativa visa valorizar a escuta das demandas da criança e criar situações em que ela, na interação com os parceiros e nas atividades socioculturais propostas, possa desenvolver sua autonomia e seu protagonismo, construindo e reconstruindo seus conhecimentos.

 

O Prêmio Territórios foi criado para reconhecer projetos que conectem a escola aos territórios da cidade por meio dos diversos saberes culturais. A iniciativa busca destacar ações que integrem os diversos saberes e que envolvam, além das disciplinas curriculares, o campo da cultura, em sua ampla acepção e diversidade.
Acesse todas as informações no site: http://premioterritorios.institutotomieohtake.org.br/resultados/
- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.