Escassez de mão de obra na construção civil preocupa Canadá e abre oportunidades para brasileiros

0
432

Com a falta de profissionais especializados, o país está oferecendo boas vagas para quem deseja imigrar


Por: Cebrusa

O Canadá está sofrendo com a falta de profissionais em diversas áreas, e a construção civil é uma delas. O país precisa de imigrantes para continuar com o crescimento populacional e econômico. “A taxa de desemprego atual no Canadá é a mais baixa desde a década de 1970. O problema não é a falta de emprego em si, mas de trabalhadores especializados. E isso em muitas áreas, desde serviços mais operacionais até cargos em nível estratégico, mas a área da construção é uma das mais escassas. O Canadá precisa de trabalhadores estrangeiros, por isso a meta do governo é receber 691 mil novos imigrantes entre 2020 e 2021”, afirma Daniel Braun, diretor e presidente da Cebrusa, empresa que oferece soluções completas em imigração para o país.

Existem diversas oportunidades no setor da construção civil em todo o Canadá. Cada província possui demandas específicas de vagas; Quebec, por exemplo que é um dos lugares com alta procura para trabalhadores, tem escassez nas seguintes áreas: tecnólogo em eletromecânica, engenheiro civil, elétrico e industrial, técnico em desenho industrial, especialista em refrigeração, instalador de sistemas de segurança, soldador, pintor de prédio, entre outros.

Já Ontário precisa de profissionais como ajudante de pedreiro, de betoneira, carpinteiro, trabalhador para pavimentação em concreto e auxiliar de construção, demolição e perfuração. A província da Colúmbia Britânica também necessita de pessoas na área da construção civil, como gerente ou superintendente de construção, gerente de projetos de construção e empreiteiro geral.

“Construção civil é sempre um setor aquecido em países em crescimento econômico”, ressalta Braun. “Nós, da Cebrusa, auxiliamos qualquer candidato que queira morar e trabalhar no Canadá, seja na área da construção civil ou em qualquer outra. Nós potencializamos as chances de uma pessoa se tornar um residente permanente para trabalhar, estudar, empreender, enfim, para viver no Canadá”, reforça.


FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.