Domínio Brasileiro na América do sul tornará Montevidéu verde e amarela em novembro

0
342

Flamengo e Palmeiras na Libertadores, RB Bragantino e possível Atlético-PR na Sul Americana farão finais no Uruguai


Essa será a segunda Copa Libertadores consecutiva que teremos uma final verde e amarela, em 2020 tivemos uma final exclusivamente paulista, com Palmeiras e Santos protagonizando no Maracanã a decisão que rendeu o bicampeonato ao Palestra Itália. Novamente o verdão está na final representando os paulistanos na América do Sul, contra o embalado time do Flamengo.

A final será no Estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai. Com o aumento de números de clubes brasileiros que conseguem vaga para a Libertadores, acarretou na maior probabilidade da taça vir parar em terras tupiniquins, mas também é inegável que o orçamento financeiro dos clubes brasileiros estão sobressaindo e o resultado está aí, Palmeiras, Atlético-MG e Flamengo possuem um elenco recheado de craques, e quando digo elenco, conta-se os reservas também, pois para um calendário com mais de 70 jogos ao ano para quem chega em fases finais dos torneios mata a mata e estaduais, é necessário fazer um revezamento para evitar o acúmulo de cansaço físico, os três brasileiros semifinalistas da Libertadores impõem uma superioridade tanto dentro do Brasil, entre os clubes da série A, quanto na América do Sul, onde nem mesmo os argentinos mais tradicionais, Boca Juniors e River Plate, estão no páreo aos brasileiros.

Outra prova de domínio brazuca na América do Sul é na impressionante campanha do RB Bragantino, chegando a inédita final da Copa Sul Americana e a possível final brasileira, contra o Athletico-PR, que busca o bicampeonato e que deu um passo gigante vencendo o Peñarol (Uruguai) lá em Montevidéu, mostrando também a fragilidade que o futebol uruguaio está vivendo.

Com todo o respeito à Atlético-PR e RB Bragantino, mas o maior clube do Uruguai não está conseguindo vencer os brasileiros de meio de tabela no Campeonato Brasileiro, fico imaginando… Será que Boca Juniors-ARG, Peñarol-URU ou Colo-Colo-CHI, tradicionais clubes conseguiriam, pelo menos, se classificar para a Libertadores jogando a série A do Brasileirão? RB Bragantino, Atlético-PR e até o Fortaleza estão provando aos sul americanos que o Campeonato Brasileiro evoluiu em competitividade.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.