Confira as mudanças da nova Zona Azul em São Paulo

0
98

Uma empresa privada começou a administrar as vagas de estacionamento rotativo da cidade de São Paulo e mudanças já foram feitas, como uso exclusivo do App Estapar Nova Zona Azul-SP, pagamento apenas pelo app e fiscalização por carros equipados com câmeras


Desde o dia 17 de novembro, as 43 mil vagas de estacionamento rotativo disponíveis nas ruas da cidade de São Paulo são administradas pela empresa Estapar.

A empresa venceu uma concessão pública e pagará R$ 1,3 bilhão para a Prefeitura de São Paulo, por 15 anos de gestão das vagas e ainda prometeu aumentar a quantidade de vagas para 51.606.

“Hoje, existem 43 mil vagas na cidade, mas temos a responsabilidade de abrir essas demais, fazendo a demarcação e a zeladoria desses espaços”, explica Fernando Zillo, diretor de desenvolvimento de negócios e Zona Azul da Estapar.

Com essa transição de gestão, mudanças foram definidas:

App Estapar Nova Zona Azul-SP: há apenas um aplicativo que realiza a compra dos créditos do Cartão Azul Digital (CAD). Na função “Mapa de Ocupação”, os usuários podem ver as vagas disponíveis e são informados, em tempo real, da localização das vagas. Quem possui saldo nos aplicativos antigos pode usá-los até o dia 15 de fevereiro de 2021. Depois de zerar o saldo, o usuário deve começar a usar o app da Estapar.

“Esse é o maior benefício para os usuários, pois é possível ter previsibilidade ao estacionar, poupando tempo das pessoas. Isso certamente contribui também para diminuir os congestionamentos, pois um percentual considerável dos veículos em trânsito roda em busca de vagas”, diz Zillo.

Pagamento: após selecionar a vaga, o pagamento é feito pelo próprio app.

“E, pouco antes de o tempo contratado expirar, o usuário recebe um alerta do aplicativo avisando e oferecendo a opção de estender por mais uma hora”, explica.

Crédito offline: para quem está sem o app ou sem internet, estabelecimentos comerciais localizados próximos às vagas fazem a venda dos créditos do Cartão Azul Digital. Além disso, não é preciso colocar nenhum comprovante dentro do veículo que registre a vaga; o processo acontece por meio digital.

“São centenas de locais, como bancas de jornal e demais comércios, sempre identificados com um adesivo na entrada. Essa é uma opção para quem não possui smartphone, está sem bateria no momento ou não tem afinidade com a tecnologia”, diz o executivo.

Fiscalização: uma frota de veículos da Estapar, equipada com câmeras, fará a leitura automática das placas, para abastecer a central de informações da Prefeitura, que monitora as regras. As multas continuam a ser aplicadas pela CET.

“Tudo isso é feito de forma muito rápida, convertendo as imagens em informação digital e assegurando maior disponibilidade de vagas para o cidadão”, diz Zillo.

Mais informações: https://www.estapar.com.br/novazonaazulsp


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.