Com quarentena, vias de SP registram queda no número de alertas de congestionamento

0
3

De acordo com a Prefeitura de São Paulo, o “feriadão” antecipado realizado entre os dias 26 de março e 4 de abril resultou em uma taxa de isolamento de 81%. Na próxima segunda-feira (12), o Estado de SP volta à fase vermelha da quarentena até o dia 18 de abril


Desde o início da fase emergencial, por causa da pandemia da Covid-19, caiu para 17% a média de alertas de trânsito na cidade de São Paulo.

Entre os dias 6 de março e 5 de abril, foram registrados 137.921 alertas em 7.574 vias da capital paulista, segundo o aplicativo de mobilidade Waze.

Já entre os dias 6 e 14 de março, os alertas chegaram a 5.008. E, entre 15 de março e 5 de abril, caíram para 4.149.

E a via da cidade de São Paulo que registrou a maior queda no congestionamento foi a Avenida Morumbi, na Zona Sul: 65%. O número de alertas durante a fase emergencial totaliza 260, sendo cinco por dia. Durante a Fase Vermelha, o número de alertas a chegou a 16 por dia.

Já na Marginal Pinheiros, a queda foi de 34%, totalizando 2.957 alertas na Fase Emergencial, sendo 83 por dia. Na Fase Vermelha, diariamente, a Marginal Pinheiros registra 126 alertas de trânsito.

De acordo com a Prefeitura de São Paulo, o “feriadão” antecipado realizado entre os dias 26 de março e 4 de abril resultou em uma taxa de isolamento de 81%. Para calcular esse resultado, foram utilizados o número de catracas usadas nos ônibus municipais, a quantidade de carros nas ruas, lentidão no trânsito e emissão de notas fiscais.

“Com muita satisfação e com muita alegria, nós estamos comemorando o sucesso absoluto da medida de antecipação de feriados. Esse número de 80% é semelhante ao período mais rigoroso de isolamento de 2020, no final de março e começo de abril”, disse Rubens Rizek, secretário de Governo municipal.

Mesmo assim, para o mês de abril ainda é esperado alto número de óbitos por Covid-19. “A tendência é de que nós tenhamos ainda nos próximos 15, 20 dias de abril, um cenário, por conta do número de casos e internações, com uma média muito acentuada de óbitos”, afirmou o secretário de Saúde, Edson Aparecido.

Na próxima segunda-feira (12), o Estado de SP volta à fase vermelha da quarentena até o dia 18 de abril. Então, está permitido o retorno das atividades presenciais nas escolas das redes públicas e privadas, se a Prefeitura aprovar. Restaurantes e lojas de material de construção também podem voltar a funcionar com o serviço de retirada.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.