16.4 C
São Paulo
domingo, 26 junho, 2022
Mais

    Cidade investe R$ 939 milhões em piscinões para aumentar sistema de drenagem e combater as enchentes

    Mais lidas

    São investimentos necessários para enfrentar os futuros períodos de chuvas, que podem ser tão devastador quanto o momento atual

    Para auxiliar no combate às enchentes e aumentar a capacidade do sistema de drenagem da cidade, a Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (Siurb) trabalha atualmente na construção de dois novos piscinões. O reservatório do Taboão, na Zona Leste, terá capacidade para armazenar até 170 mil metros cúbicos de água e entrará em operação ainda neste verão e o reservatório Paraguai-Éguas, na Zona Sul, poderá receber até 110 mil metros cúbicos de água, com previsão para entrar em operação em 2023. Em dezembro do ano passado, o piscinão do córrego Paciência, localizado na Zona Norte, entrou em operação com capacidade para armazenar 107 mil metros cúbicos de água. Estes três novos piscinões representam um investimento de R$ 184 milhões.

    Para aumentar a velocidade de escoamento das águas das chuvas estão em andamento as obras de canalização dos córregos Aricanduva e Dois Irmãos, localizados na Zona Leste. Ambos contam com trechos previstos para serem concluídos no primeiro trimestre deste ano. Em 2021, a Secretaria concluiu a implantação das novas galerias dos córregos Zavuvus e Anhanguera, além do canal de ligação entre os três novos reservatórios do córrego Ipiranga.

    Contenção

    Para garantir a segurança da população e manter o bom funcionamento do sistema de drenagem da cidade, a Siurb vem executando, desde 2021, importantes obras pontuais dentro dos bairros. São ao todo, 37 ações de contenção de taludes, encostas, e recomposição de galerias que representam um investimento de, pelo menos, R$ 230 milhões. Destas obras, dez já foram finalizadas, localizadas nos córregos Rio Verde, Itaquera Mirim, Rapadura, além das ruas André Lens, Dr. Jairo Franco, Augusto Franco, Pascoal Ranieri, Av. Imperador, Av. Presidente Wilson e Marginal Pinheiros (altura da Estação Morumbi).

    Na Zona Sul, atualmente, a Siurb executa obras de contenção de margens nos córregos Diniz, Água dos Brancos (em dois pontos), Moenda, Engenho e Jardim Letícia. Na região, também estão em andamento obras nos sistemas de drenagem das ruas Silvia Stefani, Ilha de Santa Fé, Luz Soriano, Pacari da Mata e Vasconcelos Drumont.

    Para a Zona Leste, a Secretaria empenha esforços nas obras de contenção nos córregos Rola Moça, Morro Grande, Caguaçu, Ribeirão Guaratuba, Jequitiba, Maranhão e Av. Jacu-Pêssego. As ruas Rio Araranga, Dr. Miguel Guimarães e Ilha dos Papagaios também estão recebendo melhorias em seus sistemas de escoamento das águas, assim como as galerias que passam pela EMEI Galhardo.

    Os córregos Jaguarezinho e Itararé, na Zona Oeste, também estão passando por obras para estabilização de suas margens. Na Zona Norte, os trabalhos estão concentrados nas encostas do Córrego Tremembé e nas galerias da Av. Jardim Japão e Rua Augusto Franco de Souza.

    Novos piscinões

    Para atender a meta 32 do Programa de Metas 2021/2024 da Prefeitura, a Siurb trabalha nos projetos e licitações de obras dos reservatórios Zavuvus RZ 03, RZ 02, Freitas, Perus RA1, Perus RA2, Perus R2 e Perus R3, Cordeiro, Machados, Tremembé R2, Tremembé R4 e Tremembé R6, Antonico, Jacupeval e Mooca. A previsão é que sejam investidos pelo menos R$ 755 milhões na construção destes 15 novos reservatórios que, juntos, poderão armazenar até 1,5 milhão de m³ de água.

    Projetos

    A Secretaria está desenvolvendo os projetos para as intervenções no Riacho do Ipiranga, entre a Av. Bosque da Saúde até o Rio Tamanduateí, nos córregos Bananal, Malagoli, Boqueirão, Rio Verde, Diniz, Olaria e Antonico. Também estão em andamento a elaboração dos projetos para as alternativas de drenagem para o bairro Alto da Boa Vista e para o reforço das galerias existentes na Rua Cachoeira dos Antunes, além da reestruturação no sistema de drenagem das Ruas Escobar Ortiz, República do Líbano e Ibiporanga, e os estudos para a implantação do piscinão Guaianases.

    Licitações

    A SIURB está licitando as obras no entorno do Parque Municipal do Laguinho – Jacques Cousteau (em fase de homologação), as intervenções na Av. Sertanistas, nas Ruas Augusto de Farina e Jacofer, e no córrego Perus. Também está em andamento o processo licitatório para a contratação dos projetos para os córregos Boturussu, Cordeiro e Itaqueruna.

    Capacidade

    Até 2016, a cidade contava com 33 reservatórios para contenção das águas das chuvas. Juntos, esses equipamentos podiam armazenar até 5,2 milhões m³ de água. Entre 2017 e 2021, com um investimento de R$ 280 milhões, a gestão Covas/Nunes entregou 13 novos equipamentos que podem armazenar 550,4 mil m³. Os novos piscinões representam um aumento de 10,5% na capacidade de reservação de água.

    Cadernos de Drenagem

    Em agosto do ano passado, a Secretaria publicou os Cadernos de Drenagem das bacias dos córregos Pirajuçara, Uberaba, Água Preta/Sumaré, Aricanduva, Rio Verde e Anhangabaú. Os cadernos contemplam as obras já executadas pela SIURB e apresentam também as soluções complementares para as áreas das bacias que ainda necessitam de intervenções.


    SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

    Leia mais

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    - Patrocinado -

    Últimas