Capital prorroga vacinação contra a Poliomielite, Sarampo e Multivacinação

0
17

Desde o início da Campanha contra a Pólio e Multivacinação até o dia 12 de novembro, 272.938 crianças de 1 a 4 anos de idade foram vacinadas contra a Poliomielite, o que representa uma cobertura vacinal de 45,9% durante a Campanha, que agora vai até o dia 30 de novembro


Visando elevar índices de imunização na capital, a Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, prorroga, mais uma vez, a Campanha de vacinação contra a Poliomielite, Sarampo (SCR), além da Multivacinação até o dia 30 de novembro.

Desde o início da Campanha contra a Pólio e Multivacinação, no dia 5 de outubro, até o dia 12 de novembro, foram vacinadas contra a Poliomielite no município, 272.938 crianças de 1 a 4 anos de idade, o que representa uma cobertura vacinal de 45,9% durante a Campanha. Com relação à Multivacinação, no mesmo período, 242.335 crianças e adolescentes, com faixas etárias de menores de 1 ano e de 5 a 14 anos de idade, compareceram às Unidades Básicas de Saúde. Destes, 149.998 foram vacinados.

Na capital paulista, a cobertura vacinal da Poliomielite em 2020 (até setembro), para menores de 1 ano, está em 82,13%. Importante esclarecer que o cálculo das coberturas vacinais é feito com base no esquema vacinal completo para cada vacina.  Os esforços que estão sendo feitos, durante a Campanha de Multivacinação e na rotina das UBS, visam atingir 95% de cobertura até dezembro deste ano. Na lista de vacinas que fazem parte da campanha de multivacinação, está incluída a vacina Poliomielite injetável, para menores de 1 ano.

Já a campanha de vacinação contra a Poliomielite, para crianças de 1 a 4 anos, tem como principal objetivo reduzir o risco de reintrodução do poliovírus na cidade e está sendo feita de forma indiscriminada, ou seja, para todas as crianças, mesmo que estejam em dia com as doses.

Vale destacar que foi prorrogada, ainda, a Campanha de Vacinação do Sarampo (SCR) em crianças e adultos, de 6 meses a 49 anos de idade. Esse vírus, que no ano de 2019 voltou a circular, é de transmissão respiratória, de pessoa a pessoa, e os casos podem aumentar com a flexibilização das atividades na pandemia.

Durante as Campanhas, as Unidades de Saúde estão envolvidas em uma força-tarefa em todas as regiões da cidade, envolvendo os agentes comunitários de Saúde (ACS), técnicos das equipes das salas de vacina e Unidades de Vigilância em Saúde (UVIS). As ações estão voltadas para busca ativa de faltosos, com vacinação casa a casa e em postos volantes, identificação de bolsões de baixa cobertura vacinal e áreas de ocupação.

A vacina está disponível em todas as 468 Unidades Básicas de Saúde do Município. Aos sábados, as doses podem ser encontradas nas AMA/UBS Integradas. Vale lembrar que todas as Unidades estão adotando todas as medidas de biossegurança adequadas.

O munícipe pode consultar a Unidade de Saúde mais próxima através do Busca Saúde: http://buscasaude.prefeitura.sp.gov.br/


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.