Candidata a vereadora, Eliane Kanayama quer ampliar trabalho social através da política

0
100

Há 18 anos a moradora da Vila Guilherme, Zona Norte, realiza trabalhos sociais na cidade de São Paulo. Se eleita, pretende defender a Mulher e a Ecologia, com projetos de lei sobre políticas públicas para a mulher e conscientização do descarte e recolhimento de resíduos sólidos


Nas eleições de 2020, quase duas mil pessoas registraram candidatura no Tribunal Superior Eleitoral para tentar uma vaga na Câmara dos Vereadores na cidade de São Paulo. Uma dessas candidaturas é de Eliane Kanayama, nascida e criada na Vila Guilherme, Zona Norte, doutorada em Ciências Contábeis e mãe de dois filhos, acredita que foi achada pela política e, se eleita, pretende utilizar o posto de vereadora para ampliar seu trabalho social na cidade de São Paulo.

“Eu sempre atuei voluntariamente. Eu faço ação social na Zona Norte, já fiz na Zona Sul. Faço trabalhos com dependentes químicos, aidéticos, em Dia das Crianças, Natal Solidário”, explica a candidata.

O apreço em atuar socialmente surgiu por conta de sua experiência pessoal em uma família pobre e não parou mesmo quando se tornou empresária. “Eu vim de uma família rica, meu avô era fazendeiro. Meu pai tinha uma empresa de artigos de festa, mas acabou perdendo tudo e nós fomos morar de aluguel na Vila Guilherme. Eu tive uma vida difícil: com 13 anos eu fui trabalhar num escritório de contabilidade, mas com 17 anos eu já tinha o meu próprio escritório, que existe até hoje. Faz 30 anos. Quando eu cresci e comecei a conquistar a minha vida, eu ia nas casas pegar brinquedos que as pessoas iam jogar fora. Eu consertava, doava e as crianças ficavam felizes. Meu trabalho social começou assim. Como empresária, comecei a fazer trabalhos maiores”.

A política surgiu na sua vida em 2004. “Eu vi que eu conseguiria fazer muito mais para ampliar o meu trabalho social. Eu fiquei no Partido Progressista (PP) por 15 anos e fazia o que podia pelo povo. Eu ajudei uma moça que precisava de médico e não conseguia atendimento. Eu consegui o hospital, a operação, e salvaram a vida dela. O meu motivo de estar dentro da política é social”, explica.

Eliane Kanayama é Miss Lady Defensora da Ecologia no Brasil

Além de atuar socialmente, a Defesa da Mulher e a Ecologia são as duas principais bandeiras defendidas pela candidata, que há um ano está no Partido Liberal (PL). Entre suas propostas, estão previstas uma campanha de luta orçamentária pela implementação do programa “Atenção Global à Mulher”, com a criação de políticas públicas para a mulher nas áreas da Saúde, Assistência Social e Defesa. A candidata também pretende criar um projeto de lei para conscientização e obrigatoriedade dos fabricantes, distribuidores e comerciantes locais no tocante ao descarte e recolhimento de resíduo sólido para melhoria do meio ambiente.

“Vou defender a Mulher e a Ecologia, porque eu sou Miss Lady Defensora da Ecologia no Brasil. Porque defender a mulher? Para uma ação global em prol da mulher. Eu perdi várias amigas por falta de atendimento no hospital público. Eu gostaria de criar projetos de lei em que a mulher tem que ter uma carteira com a agenda de exames periódicos para fazer na hora, não daqui a um ano. Eu gostaria de fazer um projeto de creche noturna, 24 horas, porque tem mães que trabalham a noite e deixa o bebê com vizinha ou com a filha mais velha”, explica Eliane.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.