Campanha Agosto Lilás reforça combate à violência contra as mulheres

0
3384
Arte: Prefeitura de São Paulo

A rede socioassistencial tem 33 equipamentos distribuídos na cidade para auxílio as vítimas


De acordo com a pesquisa do Observatório da Mulher contra a Violência (OMV), publicada no fim de 2021, 27% das brasileiras já sofreram algum tipo de violência doméstica ou familiar praticada por um homem. Já o site da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo informa que 75 crimes de feminicídios foram registrados somente no primeiro semestre de 2022.


Diante de um cenário que tem ganhado contornos inimagináveis, a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS), da Prefeitura de São Paulo. reforça a importância da campanha “Agosto Lilás” de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher. Um dos objetivos da ação é justamente intensificar a divulgação da Lei Maria da Penha e divulgação de serviços especializados de atendimento à mulher e os meios de denúncia existentes.


A SMADS possui, atualmente, 15 Centros de Defesa e Convivência a Mulher (CDCM) que totalizam 1.610 vagas, nove Centros de Acolhida Especial para Mulheres (CAE para Mulheres) com 756 vagas, três Centros de Acolhida Especial para Mulheres Trans (CAE para Mulheres Trans) com 90 vagas e seis Centros de Acolhida para Mulheres em Vítimas de Violência Sigiloso (CAMVV) que totalizam 120 vagas.


Sugestões de Pauta: reportagem@gruposulnews.com.br

Telefone: (11) 999323 0536

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.