Câmara aprova projeto que torna o Largo 13 polo cultural, histórico e turístico

0
571

O projeto de Lei é de autoria dos vereadores Zé Turin e Quito Formiga e vai promover o desenvolvimento econômico sustentável na região


A Câmara Municipal de São Paulo aprovou o projeto de Lei (PL) 395/2018, de autoria dos vereadores Zé Turin e Quito Formiga, que torna o Largo 13 de Maio, em Santo Amaro, um polo cultural, histórico e turístico da cidade de São Paulo. O projeto segue agora para sanção do prefeito Bruno Covas.

Para o vereador Zé Turin, o fato de os colegas terem votado favoravelmente ao projeto demonstra a importância que o Largo 13 tem para a população paulistana como um todo. “É um importante centro comercial e um ponto obrigatório de passagem para outras localidades e também abriga a Catedral de Santo Amaro”, afirmou.

“Historicamente, o Largo 13 de Maio é uma referência à data da abolição da escravidão no Brasil (Lei Áurea, assinada pela Princesa Isabel em 13 de maio de 1888) e o local é o mais alto do distrito de Santo Amaro: é onde o distrito começou a ser ocupado pelos portugueses, por meio de missões de jesuítas”, explicou.

De acordo com o parlamentar, caso o prefeito sancione a Lei, o polo Largo 13 vai promover o desenvolvimento econômico sustentável na região, atrair e incentivar novos investimentos, facilitar o acesso de turistas e pedestres ao local, auxiliar na prevenção à criminalidade com a instalação de câmeras de monitoramento e organizar e padronizar o comércio ambulante.


FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.