Atividades para o mês da Visibilidade Bissexual e Setembro Azul estão na programação das Fábricas de Cultura

0
3

Entre os destaques está atividade da biblioteca da Fábrica de Cultura Jaçanã que resgata a atuação do Lampião da Esquina, considerado um dos primeiros jornais para o público LGBT do Brasil


Ao acompanhar a importância dos debates atuais e para colaborar com o fortalecimento de diversas comunidades, as Fábricas de Cultura recebem grupos que irão destacar a importância de ações voltadas ao mês da Visibilidade Bissexual e Setembro Azul. Toda a programação é gratuita e as atividades serão apresentadas pelo canal no YouTube. Não é necessária inscrição para assistir e interagir.

As Fábricas de Cultura atuantes nas zonas norte e sul de São Paulo, inclusive em Diadema, gerenciadas pela Poiesis, são equipamentos da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo.

Nos anos 1970 e 1980, o Lampião da Esquina, jornal direcionado ao público LGBT do país, atuou e resistiu à censura da ditadura militar brasileira. A biblioteca da Fábrica de Cultura Jaçanã apresentará informações e a importância desse periódico sobre sexualidade e identidade de gênero. O bate-papo será no dia 13 de setembro, segunda-feira, a partir das 15h.

A coletiva Brejo Produções chega com o Dengo Sarau no dia 24 de setembro, sexta-feira, às 18h, integrando a agenda da Fábrica de Cultura Capão Redondo. A coletiva é voltada à fomentação da arte bissexual e lésbica. Durante a atividade, as integrantes Bárbara Medina, Mayana Vieira e Priscila Oliveira recitam poesias e contam um pouco da história que a coletiva desenvolve no caminho de fazer, de qualquer lugar, um grande e fértil brejo de afeto.

Em homenagem ao mês de visibilidade da Comunidade Surda Brasileira, também conhecido como Setembro Azul, as Fábricas de Cultura Jaçanã e Jardim São Luís recebem atividades da Cia. Arte Raiz, a qual oferece um processo de vivência inclusiva, por meio de exercícios lúdicos.

A Cia. Arte Raiz apresentará: cantigas e brincadeiras populares em português e na Língua Brasileira de Sinais (Libras), no dia 25 de setembro, sábado, às 16h, pela Fábrica de Cultura Jardim São Luís; E a oficina Incluindo com Libras em 26 de setembro (Dia Nacional dos Surdos), domingo, às 17h, quando o público poderá conhecer jogos e brincadeiras bilíngues (português e Libras), a convite da Fábrica de Cultura Jaçanã.

Serviço

Atividades serão veiculadas pelo canal no YouTube das Fábricas de Cultura

Gratuito

Mês da Visibilidade Bissexual:

Lampião da Esquina – com equipe da biblioteca da Fábrica de Cultura Jaçanã

13/09 – Segunda-feira – 15h às 16h

Faixa etária: maiores de 12 anos

Brejo Produções apresenta: Dengo Sarau – Fábrica de Cultura Capão Redondo

24/09 – Sexta-feira – 18h

Faixa etária: maiores de 16 anos

——-

Setembro Azul:

Mês de visibilidade da Comunidade Surda Brasileira – Cantigas e brincadeiras bilíngues com a Cia. Arte Raiz – Fábrica de Cultura Jardim São Luís

25/09 – Sábado – 16h

Faixa etária: livre

Oficina: Incluindo com Libras com a Cia. Arte Raiz – Fábrica de Cultura Jaçanã

26/09 – Domingo – 17h

Faixa etária: livre

——–

Fábrica de Cultura Brasilândia

Avenida General Penha Brasil, 2508 | Telefone: (11) 3859-2300

Fábrica de Cultura Capão Redondo

Rua Bacia de São Francisco, s/n | Telefone: (11) 5822-5240

Fábrica de Cultura Diadema

Rua Vereador Gustavo Sonnewend Netto, 135 – Centro – Diadema/SP | Telefone: (11) 4061-3180

Fábrica de Cultura Jaçanã

Entrada 1: Rua Raimundo Eduardo da Silva, 138 | Entrada 2: Rua Albuquerque de Almeida, 360 | Telefone: (11) 2249-8010

Fábrica de Cultura Jardim São Luís

Rua Antônio Ramos Rosa, 651 | Telefone: (11) 5510-5530

Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha

Rua Franklin do Amaral, 1575 | Telefone: (11) 2233-9270

Acessibilidade: as Fábricas de Cultura Vila Nova Cachoeirinha, Brasilândia, Jaçanã, Capão Redondo, Jardim São Luís e Diadema oferecem rampa de acesso para pessoas com mobilidade reduzida, elevador, sanitários acessíveis, piso táctil, equipamentos que permitem a leitura para pessoas com deficiência visual e motora, impressoras braile, leitor de audiobooks e acervo com mais de 110 exemplares em braille (livros e áudio-books).

E-mail: [email protected]

SOBRE AS FÁBRICAS DE CULTURA

As Fábricas de Cultura são espaços de acesso gratuito que disponibilizam diversas atividades artísticas. Criadas com o objetivo de ampliar o conhecimento cultural por meio da interação com a comunidade, as Fábricas oferecem uma programação cultural diversificada. Nas unidades você encontrará cursos, atividades, bibliotecas e estúdios de gravação. Em 2020 e 2021, o Programa Fábricas de Cultura – instituições da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, gerenciadas pela Poiesis – conta com o patrocínio do Instituto Center Norte por meio da Lei Rouanet. O apoio contribui para a realização de atividades de formação e difusão cultural.

SOBRE A POIESIS

A Poiesis – Organização Social de Cultura é uma organização social que desenvolve e gere programas e projetos, além de pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais, voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.


SUGESTÕES DA PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.