ARTIGO | Você realmente está vivo?

0
643

Provavelmente, você já assistiu ao filme Total Recall do Arnold Schwarzenegger, de 1990, ou Matrix, de 1999, e suas continuações, cujo argumento é que todos os seres humanos vivem em uma simulação.

Bem, nem todos, há Morfeus, que vive no mundo real e invade o sistema libertando pessoas da simulação. De qualquer forma, são seres vivos biológicos, mas havia também os seres artificiais compostos de uma inteligência artificial (IA), como a Oráculo.

Em 2003, o filósofo Nick Bostrom escreveu um artigo na revista Philosophical Quarterly em que propôs que o nosso universo poderia ser uma simulação de computador.

Fouad Khan escreveu uma matéria na Scientific American apontando que a ideia teve adesão de alguns “gênios” da atualidade como Elon Musk e o cientista Neil deGrasse Tyson, discípulo de Carl Sagan.

Já o físico Frank Wilczek não acredita, seu argumento é que há muita complexidade desperdiçada em nosso universo para ser simulada. Por que um “designer” de realidades desperdiçaria tantos recursos para tornar nosso mundo mais complexo do que precisa ser? Isso não é exatamente verdadeiro, como em um jogo, precisaria apenas simular com detalhes aquilo que está no foco dos nossos sentidos, como visão e audição.

Também a física e comunicadora científica Sabine Hossenfelder entende que essa hipótese não é científica, não podemos realmente testá-la ou refutá-la e, portanto, não vale a pena investigar seriamente. Mas isso também não é inteiramente verdade. Há algumas operações de computador que demoram o mesmo tempo, porque depende da capacidade operacional do computador. Por exemplo, em um computador moderno, o tempo de somar 1+1 é igual ao de somar 458.391+763.611, ou seja, se você demorar, pode ser um indicativo de viver na realidade… Ou a simulação é muito boa!

De qualquer forma, a simulação não precisa ser muito boa, apenas boa o suficiente para enganar as inteligências simuladas. Mesmo assim, precisa- se de muita capacidade computacional.

Fouad Khan intitulou sua matéria de “Confirmado! Vivemos em uma Simulação” e que foi publicado em primeiro de abril, o dia da mentira. Um dia excelente para pregar uma peça nos leitores, mas nesse caso, para dizer que a própria realidade que vivemos pode ser uma mentira de fato.

**Mario Eugenio Saturno (cientecfan.blogspot.com) é Tecnologista Sênior do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e congregado mariano.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.