ARTIGO | Vamos viver nossos sonhos… Temos tão pouco tempo

0
287
Young Woman Travel Nature Concept

Neste feriado de finados, na última quinta-feira (2), alguns puderam ser contemplados com um feriado prolongado. O que se tornou comum aproveitarmos qualquer feriado para momentos de descanso e lazer, é preciso relembrar a importância de seus significados, no caso, a partida de alguém.

Este final de semana está acontecendo o Grande Prêmio São Paulo de Fórmula 1, não podemos esquecer daquele que gerou a maior comoção de luto no Brasil nas últimas décadas, a do ídolo Ayrton Senna, no dia 1º de maio de 1994. Para se ter uma noção, integrantes da Equipe McLaren, em pleno ano de 2023, visitaram o túmulo do ídolo de sua equipe nas décadas de 1980 e 1990, relembrando sua importância e legado.

Mas não precisa falar somente de ídolos, o meu avô adorava cozinhar carne assada ao molho com batatas inglesa e doce. Era uma particularidade dele a qual cresci comendo esta maravilha, ao menos uma vez por mês. Quando ele partiu, nunca mais pude comer este prato, e mesmo que qualquer um da família possa, eventualmente, refazer esse prato, não será o mesmo gosto. Não tem o mesmo carinho e dedicação, ou os mesmos temperos à sua medida, é um momento que se tornou uma lembrança eterna inesperada, pois quando que na minha vida eu iria pensar que o simples ato de ir à casa dos meus avós no almoço de domingo ia ter um sentimento vazio por causa de um prato?

Cada ser é único e insubstituível. Nossas personalidades, nossos gostos, nossos gestos, são algo que marcam, por bem ou por mal, na memória do próximo. Sou do time que acredita que as pessoas precisam saber em vida o quanto tocaram a alma de alguém, pois não sabemos o dia de amanhã. O caso do meu avô já era um idoso, mas e quando perdemos alguém jovem por alguma doença, alguma maldade do mundo, um acidente, um imprevisto?

Hoje, estou feliz porque eu sonhei com você e amanhã posso chorar por não poder te ver. Mas também quero te mostrar que existe um lado bom nessa história, com tudo que ainda temos a compartilhar e viver! Saiba que só o que é bom dura tempo o bastante para tornar inesquecível. Uma vida sem amor é uma vida sem sentido, viva para ser feliz e não viva em vão! Não deixe para depois, valorize a vida.

Matheus Laube é jornalista do Grupo Sul News e formando em Jornalismo pela FAM


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.