ARTIGO | “Saber ouvir é quase responder!”

0
31

“Saber ouvir é quase responder!”
Pierre Marivaux (1688 – 1763), dramaturgo francês.

Você não escutou o que eu disse, menino?! Ou entrou por um ouvido e saiu pelo outro?”

Era minha Mãe que havia pedido para descer do muro onde eu estava empinando a pipa. Logicamente, eu havia escutado e estava enrolando a linha da pipa para depois descer.
À noite, no jantar, saboreando a canja de galinha que minha Mãe fizera, ela de cabeça baixa sobre o prato, murmurou: “Ouvir vale ouro!”

Todos à mesa se entreolharam com cara de que não haviam entendido nada. Somente eu sabia o que ela quis dizer. Eu tinha onze anos e, raramente, minha Mãe ralhava comigo, mas não deixava de usar o cabo de vassoura quando era preciso…

Já com 25 anos, estava trabalhando numa empresa de manufaturados e um dia fui assistir a uma palestra sobre audição, promovida pela firma na qual eu trabalhava. Apesar da palestra versar sobre o problema de audição em linguagem técnica, não sei explicar, mas veio à minha mente o episódio com minha Mãe. Foi quando o palestrante disse que “ouvir é um milagre”.

Vale ouro ou é um milagre? Ou os dois?

A dissertação fez com que eu compreendesse que ouvir vai além do som, proporciona entrar em contato com outras pessoas, e as vezes conosco mesmo quando estamos falando sozinho. Dizia o palestrante:

“Ouvir é um termo referente à faculdade sensorial de obter a percepção de um som. O conceito costuma estar associado ao verbo escutar, ainda que este mencione o fato de entender aquilo que se tenha ouvido. Na linguagem coloquial, porém, ambos são usados como sinônimos!”

Ouvir é sentir, que faz chorar, rir, espantar, refletir, aprender, escutar conselhos. Permite conversas, escutar canções e até impropérios…..

Com os olhos fechados, ouvimos e imaginamos, viajamos, como se fossem milagres. É emoção pura! Momentos que valem ouro!

Vale ouro ou é um milagre? Ou os dois?

Ouvir é o primeiro sentido que descobrimos mesmo antes de nascer! Quando pela primeira vez se ouve a voz da Mãe….

(*) E. Figueiredo é jornalista – Mtb 34 947


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.