16.4 C
São Paulo
domingo, 26 junho, 2022
Mais

    18 de março é celebrado o Dia Nacional da Imigração Judaica no Brasil

    Mais lidas

    O Grupo Sul News veio parabenizar toda a Comunidade Judaica da nossa amada região da Zona Sul!


    Criado através da Lei nº 12.124/2009, o dia 18 de março é comemorado o Dia Nacional da Imigração Judaica no Brasil, data escolhida pelo fato dessa data, em 2002, ter sido o dia da reinauguração da Sinagoga Kahal Zur Israel, no Recife-PE, a primeira Sinagoga da América Latina, inaugurada em 1637.

    De acordo com a Confederação Israelita do Brasil (Conib), o Brasil abriga a segunda maior comunidade judaica da América Latina, atrás da Argentina. Estima-se 120 mil judeus no Brasil atualmente, por isso, a cultura ancestral judaica está muito presente na cultura nacional.

    Segundo o Rabino Levi Retamal, “o papel principal do rabino é de instruir os judeus no caminho da Torá, como cumprir os mandamentos, viver do jeito que a Torá prescreve e entender o mundo pela perspectiva da Torá.”

    A Torá compõe os 5 primeiros livros do livro sagrado da religião judaica e tem origem no termo hebraico Yará, que significa ensinamento. São 613 mandamentos que ensinam como devem ou não agir, seja nas relações sociais, familiares ou religiosas.

    No século XVI surgiram os primeiros imigrantes judeus em Pernambuco, principalmente daqueles que fugiram da perseguição do Estado Português e da Inquisição. Em São Paulo, a imigração foi muito forte na década de 1910, com judeus vindos, principamente, do Leste Europeu.

    Com isso, surgiram monumentos, como a Sinagoga Kahalat Israel (1912), Sociedade Beneficente das Damas Israelitas (1915), a Sinagoga Knesset Israel (1916), entre outros. Algumas das construções, são verdadeiras obras de arte da arquitetura.

    O Rabino Levi Retamal exalta que a comunidade judaica, no geral, deu um grande apoio durante um momento sensível como a pandemia da COVID19. “Existem várias organizações judaicas que ajudam milhares de pessoas todos os dias, judeus e não judeus. Com certeza estiveram muito ativos na pandemia, ajudando com comida, roupa, suporte emocional, psicológico, financeiro, em diversos cantos do mundo”, conta.

    Aproveitando a história do passado, você sabia que dá para descobrir as origens da sua ancestralidade em até 8 gerações do passado através do teste ‘meuDNA Origens’? Para conhecer a história de parentes judeus, por exemplo, acesse meudna.com e saiba mais!

    Levi finaliza com uma mensagem a todos os judeus da nossa amada Zona Sul. “Quero parabenizar toda a comunidade judaica nesse dia importante, e que nós possamos aprender muito com nossos avós que vieram pra cá, muitos em condições mais difíceis, e que apesar de todas as dificuldades, contribuíram para o desenvolvimento de uma forte comunidade que contribui para o bem de todos todo dia”.


    SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

    Leia mais

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    - Patrocinado -

    Últimas