11ª edição da SP TRANSVISÃO celebra a visibilidade Trans de 23 a 29 de janeiro de 2023 na SP Escola de Teatro

0
1634

A entrada é gratuita e a programação inclui debates, shows, performances e lançamento de podcast


A 11ª edição do SP Transvisão – Semana da Visibilidade de Travestis, Mulheres Transexuais e Homens Trans acontece entre 23 e 29 de janeiro na sede Roosevelt da SP Escola de Teatro, instituição ligada à Secretaria de Cultura e Economia Criativa de São Paulo, e administrada pela Adaap (Associação dos Artistas Amigos da Praça).O evento tem entrada gratuita e acontece na sede da SP Escola de Teatro, na Praça Roosevelt, de forma presencial e também com transmissões online.

A programação inclui shows, performances artísticas, documentário, mesas de debate, ação solidária e entrega do Prêmio Claudia Wonder para personalidades trans que se destacam em diversas áreas, entre outras atividades. Além disso, será lançado o Podcast Transvisão, com dois episódios semanais, sempre às segundas e quintas-feiras, consecutivamente, a partir do dia 23/01/23. Estão previstos os espetáculos Wonder (segunda-feira, dia 23) e Le Girls (quarta-feira, dia 25), a exibição do filme e performance FRUTAS! (terça-feira, dia 24), a performance Burlesque/Mágica (quinta-feira, dia 26), Trans Sarau (sexta-feira, dia 27), o espetáculo/performance Tríptico (sábado, dia 28) e o show de variedades com artistas transexuais, moradoras da Casa Florescer (domingo, dia 29). Entre os temas a serem abordados nas mesas, destaque para Não-binaridade, ageneridade e assexualidade (dia 24), Intercâmbio Transvisão – Expectativas de novas políticas trans em rede nacional (25), Intersexualidade e gênero neutro (dia 26), Interseccionalidades: Raça e acessibilidade (dia 27). 

Segundo uma das idealizadoras do projeto, Rachel Rocha, advogada e conselheira da Adaap, algumas pautas já debatidas em outras edições serão retomadas este ano. “São temas urgentes relacionados às vivências dessas pessoas e essenciais que sejam abordados em um evento como o SP Transvisão, porque não ficam restritos ao mês de visibilidade das identidades trans. Eles ressoam ao longo de todo o ano tanto em outras agendas da SP Escola de Teatro, bem como no movimento social organizado.”

Visibilidade Trans 

A iniciativa acontece na semana em que se comemora o Dia da Visibilidade Trans (29/01). Nessa mesma data, em 2004, foi promovido um ato no Congresso Nacional, em Brasília, pelo Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde com um grupo de mulheres e homens trans e travestis. Era o lançamento da campanha “Travesti e Respeito”. A data se tornou um marco contra a transfobia no Brasil e foi escolhida como o Dia da Visibilidade Trans. Este ano, o Brasil foi pelo 13º ano consecutivo o país onde mais pessoas trans foram assassinadas, segundo o Dossiê dos Assassinatos e da Violência Contra Pessoas Trans Brasileiras, elaborado pela Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA). SP Transvisãoé um movimento sociocultural de legitimação e representatividade dos corpos trans, desenvolvido com profissionais especializados em cada área e promove uma série de ações voltadas para o debate sobre a tolerância e a diversidade, além de valorizar a cultura e o universo LGBTQIA+.  

“O Projeto SP Transvisão me enche de satisfação e emoção. Tenho orgulho de ser quem sou e tenho um enorme carinho em poder construir e multiplicar valores, fomentando o projeto para a comunidade das travestis e transexuais. Em 2023, pretendemos realizar uma edição histórica, trazendo a representatividade em pauta”, diz a bailarina e atriz transexual Marcia Dailyn, coordenadora do evento e colaboradora da SP Escola de Teatro. Rachel Rocha ressalta que o SP Transvisão é uma construção coletiva, com ativistas, militantes e poder público e, por isso, é extremamente importante. “Ao chegar a sua 11ª edição, o evento reflete o compromisso da SP Escola de Teatro com a visibilidade das identidades trans, mas mais que isso, o de promover a dignidade humana dessa população e combater práticas discriminatórias tanto no espaço da escola, quanto na sociedade ao construir pontes com organizações da sociedade civil e poder público”, conclui. 

Pioneirismo na empregabilidade

A ADAAP/SP Escola de Teatro é uma das instituições pioneiras na questão da empregabilidade trans e, desde sua fundação, tem criado vagas exclusivas para recepcionistas trans. Ao menos 10% de seu quadro de colaboradores é formado por pessoas que não se identificam com a cisgeneridade, em setores como pedagogia, biblioteca e diretoria executiva. Em 2019, a SP Escola de Teatro recebeu o Selo Paulista de Diversidade, instituído pelo Governo do Estado de São Paulo, que destaca boas práticas organizacionais relacionadas à inclusão na política de gestão de pessoas das organizações, a preocupação e inclusão das temáticas das pessoas com deficiência, e às questões étnicas, raciais, de gênero, idade, orientação sexual e identidade de gênero, assim como para difundir a cultura de respeito, valorização e promoção da igualdade nos ambientes de trabalho. 

“Temos muito orgulho do valor dado à representatividade trans pela SP Escola de Teatro,” ressalta o diretor executivo da instituição, Ivam Cabral. “Desde a nossa fundação, somos militantes ativos pela igualdade social e política de todes, todas e todos. Se o que fazemos no campo do discurso, como o desenvolvimento de novas pedagogias, produção de artigos acadêmicos e a criação de um novo léxico, por exemplo, que são ações fundamentais, mais ainda se caracterizam aquelas que acontecem na prática, como o fato de termos, desde 2010, entre sete e oito profissionais transexuais trabalhando na instituição em diferentes setores, com plano de carreira e amplo acesso à ascensão profissional. Saudamos, assim, essa 11ª edição do Transvisão, que vem para reafirmar nossos valores éticos e pedagógicos.” 

O SP Transvisão 2023 – 11ª edição é realizado com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, Prefeitura de São Paulo, Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo, Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo, Coordenadoria de Políticas para a Diversidade Sexual, Núcleo Especializado de Defesa da Diversidade e Igualdade Racial, Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania entre outros parceiros. 

Serviço: 

SP Transvisão 2023 – 11ª edição 

De 23 a 29 de janeiro de 2023

Local: SP Escola de Teatro / salas R1 E R4 e Roosevelt – Praça Roosevelt, 210, Consolação

Entrada gratuita com a retirada de ingressos na recepção da Sede Roosevelt, conforme hora de chegada

Atividades presenciais terão transmissão simultânea no YouTube da SP Escola de Teatro – youtube.com/spescoladeteatro

Uso de máscaras é recomendado


Programação – SP Transvisão 2023 – 11ª edição

Meta 1 – Mesa de discussão
Local: Presencial na SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt
Transmissão digital ao vivo: youtube.com/spescoladeteatro |

Data: 24/01/2022, terça-feira. Horário: 18h
Tema: Não-binaridade, ageneridade e assexualidade 

Mesa 2
Local: Virtual
Transmissão digital ao vivo: youtube.com/spescoladeteatro |

Data: 25/01/2022, quarta-feira. Horário: 18h
Tema: Intercâmbio Transvisão – Expectativas de novas políticas trans em rede nacional 

Mesa 3

Local: Presencial na SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt
Transmissão digital ao vivo: youtube.com/spescoladeteatro |
Data: 26/01/2022, quinta-feira. Horário: 18h
Tema:  Intersexualidade e gênero neutro 

Mesa 4

Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt
Transmissão digital ao vivo: youtube.com/spescoladeteatro |
Data: 27/01/2023, sexta-feira. Horário: 19h
Tema:  Interseccionalidades: Raça e acessibilidade


Meta 2 – Realização dos Shows de variedades, espetáculos, Sarau Trans e Prêmio Claudia Wonder

Lançamento da edição e podcast
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt
Dia 23/01 às 18h, segunda-feira 

Espetáculo Wonder
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt
Data: 23/01/2023, segunda-feira – Horário: 20h 

Exibição do Filme/Performance FRUTAS!
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt
Data: 24/01/2023, terça-feira. Horário: 20h 

Espetáculo Le Girls
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt
Data: 25/01/2023, quarta-feira – Horário: 20h 

Performance Burlesque/Mágica
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt
Data: 26/01/2023, quinta-feira – Horário: 20h 

Trans Sarau
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt
Transmissão digital ao vivo: youtube.com/spescoladeteatro |
Data: 27/01/2023, sexta-feira – Horário: 20h 

Espetáculo/performance – Tríptico
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt
Data: 28/01/2023, sábado
Não ela: o que é bom, está sempre sendo destruído às 17h
Ele às 19h. Culpa às 21h
Show de Variedades
Show de variedades com artistas transexuais, moradoras da Casa Florescer.
Data: 29/01/2023, domingo – Horário: 18h
Prêmio Claudia Wonder
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt
Transmissão digital ao vivo: youtube.com/spescoladeteatro |
Data: 29/01/2023, domingo. Horário: 19h


Meta 03 – Podcast Transvisão
Local: www.spescoladeteatro.org.br
Data de lançamento: 23/01/2023, segunda-feira. Horário: 17h

Serão lançados dois episódios semanais, sempre às segundas e quintas-feiras, consecutivamente a partir do dia 23/01/23

Horário: 17h
Episódio 1: Velhice trans | 23/01/2023
Episódio 2: Infância trans | 26/01/2023
Episódio 3: Intersexo | 30/01/2023
Episódio 4: Autocuidado e prevenção às IST’s | 02/02/2023
Episódio 5: Transmasculinidade x masculinidade tóxica e comportamental | 06/02/2023
Episódio 6: Políticas trans | 09/02/2023
Episódio 7: Os desafios de trabalho de um homem trans no meio artístico 13/02/2023
Episódio 8: Trans no esporte | 16/02/2023
Episódio 9: Os desafios do empreendedorismo trans | 20/02/2023
Episódio 10: Saúde mental | 23/02/2023


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.