Zona Sul tem acidentes em semana que Prefeitura inicia campanha que pede mais segurança no trânsito

0
612

Mais de 800 pessoas morreram na cidade de São Paulo em 2018, vítimas de acidentes de trânsito. O Movimento pela Vida Segura no Trânsito pretende conscientizar a população sobre os riscos do tráfego imprudente e a importância da segurança viária


Na madrugada da última quarta-feira (4), um motociclista colidiu com um carro no cruzamento da Av. Jornalista Roberto Marinho com a Rua Califórnia, no Brooklin. Pouco depois, na Av. Guarapiranga, um menino de 13 anos foi atropelado por um ônibus.

Esses são dois exemplos recentes que contribuem para uma nova ação lançada pela Prefeitura para conscientizar a população sobre os riscos do tráfego imprudente e a importância da segurança viária.

O Movimento pela Vida Segura no Trânsito lembra que mais de 800 pessoas morreram na cidade de São Paulo em 2018, vítimas de acidentes de trânsito. O projeto é inspirado em outro programa da Prefeitura lançado em abril, o Plano de Segurança Viária – Vida Segura.

A Zona Sul será a primeira região da cidade a receber ações de segurança com obras na Estrada de Itapecerica, que registrou nove acidentes fatais, com 10 mortes, no ano passado. A via, que tem velocidade máxima de 50 km/h, apresenta problemas: calçadas estreitas, ausência de foco para pedestres em algumas travessias, conflitos veiculares e distâncias de 100 a 600 metros entre as faixas de pedestres.

Até 2020, então, a Prefeitura pretende “implantar o rearranjo de geometria em cruzamentos, de modo a tornar a Estrada de Itapecerica uma via mais segura”, conforme já foi feito na Estrada do M’Boi Mirim e na Av. Carlos Caldeira Filho, ambas vias da Zona Sul.

Pensando nos pedestres, no ano que vem a CET via iniciar o programa Travessia Segura, com a extensão de calçadas em 100 pontos da cidade. O projeto piloto, que vai pintar os espaços de verde, começa ainda esse ano em sete locais:

  • Avenida Nossa Senhora de Sabará (no cruzamento com a Rua Daniel Defoe, na Vila Arriete);
  • Avenida Jaguaré (na altura da praça Cesar Washington Alves de Proença, na zona oeste);
  • Avenida Penha de França (no encontro com as avenidas Cangaíba e Gabriela Mistral, na zona leste);
  • Estrada de Taipas (no cruzamento com a Avenida Dois e a rua Philonilia Gonçalves dos Santos, na zona norte);
  • Avenida Rangel Pestana (entre a praça Clóvis Bevilaqua e o viaduto 25 de Março, no centro);
  • Avenida Arquiteto Villanova Artigas (na esquina com a rua Giovanni Nasco, na zona leste);
  • Rua Simão Caetano Nunes (no trecho entre as ruas Gabriel Carozza e Henri Laube, no Jardim Ângela).

FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.