22.2 C
São Paulo
sexta-feira, 27 maio, 2022
Mais

    Zona Sul lidera ranking dos bairros com mais roubos de motos em 2020

    Mais lidas

    De acordo com o Boletim Econômico Tracker-FECAP, seis bairros da Zona Sul estão no Top 10 das regiões em que mais aconteceram roubos de motos entre janeiro e agosto. Em relação aos furtos de motos, a maioria dos casos acontecem em bairros nobres, sendo que três deles estão na Zona Sul


    No ranking dos 10 bairros que mais registraram roubos de motos entre janeiro e agosto de 2020, a Zona Sul da cidade de São Paulo ocupa seis posições. De acordo com o Boletim Econômico Tracker-FECAP, realizado pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP), em parceria com a empresa Tracker, o Top 10 dos bairros com mais roubos inclui:

    • Capão Redondo (94)
    • São Mateus (94)
    • Itaquera (86 ocorrências)
    • Pedreira (74)
    • Jardim Ângela (69)
    • Iguatemi (69)
    • Raposo Tavares (68)
    • Campo Grande (66)
    • Grajaú (64)
    • Cidade Ademar (62)
    • Guaianases (62)

    Na Zona Sul da capital, as vias em que mais aconteceram roubos são: Estrada de Itapecerica (27), Avenida Interlagos (27) e Estrada do Alvarenga (25).

    O boletim afirma que houve queda nos roubos e furtos de motos em todo o Estado de São Paulo devido a pandemia da Covid-19. “Entre os meses de março e agosto de 2020, foram registradas em média 970 ocorrências de roubo por mês, uma redução de 14,16% em comparação ao mesmo período de 2019, que teve média mensal de 1.130 roubos. Já a média de furtos, nos últimos seis meses, foi de mil veículos, o que corresponde a uma queda de 37% na média mensal, na comparação do mesmo período de 2019. O período noturno é o preferido dos bandidos. Mais da metade dos roubos (53,53%) e um terço dos furtos (32,27%) ocorreram à noite”, informa o boletim.

    Entre as 10 cidades com mais casos, a capital paulista lidera o ranking de roubos e furtos com 52,49% e 40,43%, respectivamente.  

    Em relação aos furtos de motos registrados entre janeiro e agosto de 2020, a situação é diferente na capital: a maioria dos casos acontecem em bairros nobres, sendo que três deles estão na Zona Sul:

    • Santana (131)
    • Itaim Bibi (128)
    • Bela Vista (111)
    • Santo Amaro (110)
    • Pinheiros (108)
    • Lapa (106)
    • Vila Mariana (101)
    • Jardim Paulista (97)
    • Tatuapé (96)
    • Barra Funda (92)

    “Verificamos que a maioria dos furtos é cometido em bairros totalmente distintos daqueles em que as motos são roubadas. Neste caso, há uma preferência para regiões mais centrais e mais nobres da capital. Observamos ainda que os períodos de furtos variam substancialmente conforme a região analisada. Os furtos nos bairros mais periféricos ocorrem principalmente na madrugada. Por outro lado, a grande maioria dos furtos nos bairros nobres não possuem um período exato para ocorrer. Estão bem distribuídos entre manhã, à tarde ou à noite”, afirma Erivaldo Costa Vieira, coordenador do Departamento de Pesquisas em Economia do Crime FECAP.


    SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

    - Patrocinado -

    Leia mais

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    - Patrocinado -

    Últimas