Você tem Gordura no Fígado?

0
935

“Que seu alimento seja seu remédio e que seu remédio seja seu alimento” – Hipócrates (460 a.C. – 377 a.C.)


Entenda por que você pode ter dificuldade para emagrecer

Se você tiver três desses fatores alterados, você pode ter gordura no fígado:

   1.  Grande quantidade de gordura abdominal (Homens: cintura com mais de 94 cm. Mulheres: cintura maior que 80cm).

   2.  Colesterol HDL Baixo (Homens: abaixo de 40mg/d1. Mulheres: abaixo de 50mg/dl). Triglicérides Elevado – 150mg/d1 ou acima.

    3. Pressão Sanguínea Alta – 135/85 mmHg ou superior ou se está utilizando algum medicamento para reduzir a pressão.

    4. Glicose elevada – 110mg/d1 ou superior.

Estes fatores aumentam o risco de doenças cardíacas, derrames cerebrais e diabetes e são critérios da OMS (Organização Mundial da Saúde) para definir se uma pessoa está com a Síndrome Metabólica que ocorre devido à resistência à insulina.

Além da gordura no fígado, ao longo do tempo, nossos intestinos vão acumulando resíduos resultantes da má alimentação. Existem proteínas que são muito difíceis de digerir, como a caseína (presente em todos os tipos de leite e queijos) e as proteínas do glúten (presentes em todos os tipos de pão e produtos fabricados com farinha de trigo). Estas proteínas não digeridas tornam-se antígenos para o nosso corpo, atraindo as células de defesa e isso provoca uma inflamação crônica em nossos intestinos.

O acúmulo de Gordura no Fígado provoca a diminuição do nosso metabolismo, o que gera o ganho de peso progressivo. Mesmo quando aumentamos a atividade física e diminuímos a quantidade de alimentos que comemos não conseguimos chegar ao peso desejado. A presença de excesso de Gordura no Fígado dificulta o emagrecimento. Formação excessiva de gases intestinais, cólicas, mal-estar abdominal, azia, queimação, refluxo, mau hálito, são causadas pela presença constante destes resíduos. Assim como o aumento da inflamação no corpo, aumento do risco de infarto, derrame e diabetes.

Podemos comparar nossos intestinos com a caixa de gordura de nossa residência. Muitas pessoas comentam “meu intestino é um relógio, funciona todo dia’’, mas existe uma diferença muito grande entre “esvaziar o intestino’’ e “limpar o intestino”. É como a caixa de gordura: passa água e sujeira todo dia, mas vai acumulando uma “crosta” de resíduos que periodicamente precisamos limpar com soda cáustica ou outros produtos.

É extremamente importante e necessária uma limpeza periódica e profunda em nossos intestinos, fígado e vesícula biliar. Com esta limpeza ajudamos o nosso organismo a cumprir com suas atividades orgânicas diminuindo as possibilidades de problemas de saúde no futuro, especialmente doenças crônicas e degenerativas como Diabetes, Artrite, Artrose, Osteoporose, Fibromialgia, Perda de Memória, Alzheimer, Demência, Infarto, etc. Fazer uma “limpeza” orgânica ajuda o organismo a eliminar os resíduos e toxinas que são acumulados ao longo do tempo.

O Programa Dr.Ozônio Detox é um método de destoxificação (limpeza natural) para melhorar sua saúde e bem estar. Conheça os benefícios do método

Fígado saudável

O fígado saudável melhora sua imunidade.  Um organismo com imunidade alta você evita ter doenças, como: câncer, diabetes, cirrose hepática, fibromialgia, depressão, obesidade, gastrite, úlceras, esteatose hepática (gordura no fígado), doenças respiratórias, osteoporose, doenças ginecológicas, doenças circulatórias entre outras.

Principais resultados de saúde e bem-estar:

 Mais energia e disposição; não terá dores de cabeça; sono reparador; controle de peso; força na estrutura óssea; mais energia para atividades físicas; controle do sistema Digestório, melhorando as funções do intestino e estômago; melhora do estímulo sexual seu sistema circulatório.

Fígado doente com excesso de toxinas

Em função da baixa imunidade você poderá desenvolver inúmeras patologias:

Sono ruim ou falta de sono; Falta de energia; Diabetes; Câncer; Gordura abdominal (Obesidade); Dor de cabeça; Dores estomacais (Prisão de ventre, intestino preso); Refluxo; Diarreia; Gastrite (Úlcera); Estresse; Falta de apetite sexual, de vitalidade física e mental.


FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.