Vini Jr é o cara para voltar com a identidade do Futebol Arte na Seleção Brasileira?

0
218

Temporada absurda pelo Real Madrid acende esperanças de ver um Brasil amadurecido na Copa do Mundo no Catar no final do ano


O ano de 2022 mal começou e o estagiário já está ansioso pela Copa do Mundo no Catar, que, pela primeira vez, será realizado nos meses de novembro e dezembro. A seleção brasileira carimbou seu passaporte com muita antescedência, estando invicto nas eliminatórias sul-americanas, deixando Tite a vontade para testar novas peças até chegar a competição.

Mas será que a Seleção Canarinho está amadurecida o suficiente para ser páreo para as seleções europeias? O retrocesso de eliminação diante os europeus vem acontecendo desde a Copa de 2006, quando foi eliminada pela França em lance polêmico do lateral Roberto Carlos arrumando o meião; Em 2010, Felipe Melo foi o apontado como o grande vilão ao ser expulso contra a Holanda, quando o Brasil ainda vencia por 1×0, tomando a virada com um a menos; 2014 é a pior lembrança que todo o fã de futebol brasileiro tem, os 7×1 para a Alemanha deixou o Brasil frágil e sem espírito vencedor por anos; e o jogo contra a Bélgica, na Rússia em 2018, carimbou o Brasil como um grande freguês de seleções europeias.

Sempre contamos com o Neymar como a esperança de fazer a diferença, mas tem um nome que está fazendo um estardalhaço no futebol europeu: Vinícius Junior é o cara do momento pela imprensa de todos os países.

Vendido ainda com 16 anos por R$ 159 milhões para o Real Madrid, Vini Jr chegou a vestir a camisa do Flamengo no profissional, mas a inexperiência no profissional fez com que muitos críticos de sofá torcessem o nariz quando se falava dele, inclusive o estagiário é um que queimou a língua.

A ida para o Real Madrid na saída de Cristiano Ronaldo com certeza pesou no psicológico de Vini, os primeiros anos, de 2018 até a temporada 2019-2020, não são relevantes, levando a crer que ele não teria o futebol do tamanho do investimento.

Porém a temporada 2020-2021, Vini Jr. parece que aprendeu a lidar com as críticas, com o psicológico e com o tamanho da cobrança que é vestir a camisa mais cara do universo do futebol. Até o momento, o astro brasileiro tem o maior número de dribles corretos na La Liga (Liga Espanhola). Vini vem de 26 jogos na atual temporada, contando jogos da La Liga e Champions League, e já acumula 14 gols marcados e 4 assistências.

Para se ter uma ideia do tamanho de sua evolução, de 2018 até metade de 2021, foram 114 jogos oficiais com a camisa merengue e justamente 14 gols marcados, mesmo número de gols que ele fez somente nesta temporada.

De todos os dribles que Vini deu, o mais emblemático foi a carretilha em cima de Molina, da seleção Argentina, dentro de um estádio argentino, diante sua torcida. Mesmo em um resultado de 0x0 contra os arquirrivais, a seleção brasileira está reacendendo as chamas do antigo “futebol arte”, termo muito famoso usado no início dos anos 2000, com Ronaldinho Gaúcho, Ronaldo, Rivaldo e companhia.

O manto da seleção vai voltando a ganhar o peso que tinha, depois da fragilidade do 7×1, Neymar também parece ter aprendido e amadurecido muito depois de ter virado piada na Copa do Mundo 2018, além disso, Vinicius Junior, Richarlison, Lucas Paquetá e Raphinha estão sendo destaques nessa nova identidade da seleção.

Se essa boa fase resultar em um bom entrosamento na seleção, Vinícius Junior tem tudo para ser o cara do Hexa, seja nesta Copa, ou durante sua carreira, em 2026 e 2030…


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.