13.2 C
São Paulo
segunda-feira, 27 junho, 2022
Mais

    Vasos em janelas e sacadas podem esconder criadouros do mosquito da dengue

    Mais lidas

    Médico-veterinário explica que período chuvoso aliado a esses materiais criam ambientes ideais para reprodução do Aedes aegypti


    Objetos simples e que muitas vezes passam despercebidos como os vasos de flores, precisam de uma atenção especial por parte da população, pois podem esconder criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, Zika e chikungunya.

    O coordenador do curso de Medicina Veterinária da Anhanguera e médico-veterinário, Frederico Fontanelli Vaz, faz um alerta sobre a importância da limpeza desses artefatos.

    “É muito importante manter os cuidados e a limpeza de vasos de planta por conta do acúmulo de água, mesmo em casos de flores artificiais, pois em suas pétalas não ocorre o vazamento do líquido acumulado, dependendo da flor. Estamos em um período chuvoso e somente no primeiro trimestre em São Paulo, os casos de dengue já são mais do que o triplo de casos ocorridos no mesmo período em 2020, mas sem óbitos. No entanto, é importante que a população mantenha os cuidados, principalmente com a proximidade do verão, estação em que costuma ocorrer a maior disseminação dos vírus transmitidos por mosquitos”, orienta o especialista.

    Outro ponto que o professor esclarece que, o ideal é que tenham furos para o escoamento da água nos dias de chuva e que se coloque flores plantadas, pois assim é possível evitar o acúmulo de água. Vasos com ornamentos de plásticos devem ser evitados. De acordo com o especialista da Anhanguera, os ovos do mosquito são resistentes a dessecação e podem sobreviver no ambiente por muito tempo.

    “Qualquer tipo de vaso deve ter um cuidado redobrado, assim como as embalagens plásticas que acompanham as flores, pois acumulam água e se tornam um criadouro do mosquito. Para se ter uma ideia, os ovos do Aedes aegypti podem durar até mais de um ano no ambiente. Após a eclosão do ovo e em condições favoráveis, o desenvolvimento até a fase adulta pode durar apenas dez dias. A fêmea do mosquito se infecta picando um adulto doente, e após alguns dias já pode transmitir o vírus para outra pessoa”, finaliza.

    Para auxiliar a população o professor elencou algumas dicas:

    – Retire as embalagens plásticas e as jogue no lixo;

    – Não utilize os cachepôs (recipiente usado para esconder outros vasos);

    – Preencha os vasos fixos com areia até a boca;

    – Utilize suportes e pratinhos com furos embaixo;

    Evite levar bromélias e outras plantas que acumulam água.

    Sobre a Kroton

    A Kroton nasceu com a missão de transformar a vida das pessoas por meio da educação, compartilhando o conhecimento que forma cidadãos e gera oportunidades no mercado de trabalho. Parte da holding Cogna Educação, uma companhia brasileira de capital aberto dentre as principais organizações educacionais do mundo, a Kroton leva educação de qualidade a mais de 936 mil estudantes do ensino superior em todo o País. Presente em 1.672 municípios, a instituição conta com 131 unidades próprias, sob as marcas Anhanguera, Pitágoras, Unic, Uniderp, Unime e Unopar e é, há mais de 20 anos, pioneira no ensino à distância no Brasil. A Kroton possui a maior operação de polos de EAD no país, com 2.259 unidades, e oferece no ambiente digital 100% dos cursos existentes na modalidade presencial. Com a transmissão de mais de 1.000 horas de aulas a cada mês em ambientes virtuais, a Kroton trabalha para oferecer sempre a melhor experiência aos alunos, apoiando sua jornada de formação profissional para que possam alcançar seus objetivos e sonhos. Para mais informações acesse: Kroton .


    SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

    Leia mais

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    - Patrocinado -

    Últimas